Notícias » Bizarro

Restauração em obra de Virgem Maria se torna motivo de chacota e discussão na Espanha

A tentativa falhou em manter as características originais da imagem e chamou a atenção de autoridades do Congresso espanhol

Wallacy Ferrari Publicado em 23/06/2020, às 13h53

Montagem contendo a obra original e a mesma obra com um borrão em mosaico
Montagem contendo a obra original e a mesma obra com um borrão em mosaico - Wikimedia Commons

Buscando obter melhor qualidade e nitidez em uma de suas obras preferidas, um colecionador não identificado contratou o serviço de um homem que se apresentou como restaurador, cobrando 1 mil libras (aproximadamente R$ 6,5 mil) para realçar os traços originais de "A Imaculada Conceição", do artista espanhol Bartolomé Esteban Murillo.

De acordo com o The Guardian, o quadro contendo a representação da Virgem Maria passou por duas tentativas de restauração, sem conseguir recuperar seu aspecto original, tanto pela feição da figura, quando pelo erro na escolha do material para a nova camada. Quando entregue, o incômodo notável do colecionador resultou em uma acalorada discussão.

Com o controverso resultado, a obra se tornou motivo de chacota e debate entre especialistas em obras de arte na Espanha, que pediram ao Congresso a criação de leis de punam restaurações amadoras prejudicando o resultado das obras. O ocorrido foi comparado com a falha restauração na obra “Ecce Homo”, em 2012.

Em entrevista ao The Guardian, Fernando Carrera, professor especialista em restauração de uma escola de arte da Galícia, manifestou incômodo com esse tipo de trabalho: "Não acho que esse cara, ou essa gente, possa ser chamada de 'restaurador'. São impostores. Eles destroem coisas".