Notícias » Estados Unidos

“Se acabarmos em uma guerra será por causa de um ciberataque”, diz Biden sobre a Rússia

Durante evento, o presidente dos Estados Unidos demonstrou preocupação com uma possível interferência russa nas eleições norte-americanas de 2022

Penélope Coelho Publicado em 28/07/2021, às 07h22

Joe Biden durante campanha
Joe Biden durante campanha - Getty Images

De acordo com informações da agência de notícias AFP, publicadas na noite da última terça-feira, 27, pelo UOL, durante um discurso realizado ontem para os serviços de inteligência, o presidente dos EUA, Joe Biden, acusou a Rússia de tentar interferir nas eleições de 2022.

O democrata se refere às eleições de meio mandato, em que são escolhidos os governadores, congressistas e alguns outros cargos políticos locais. Nessas votações, todas as cadeiras da Câmara dos Representantes e um terço das cadeiras do Senado passarão por uma renovação.

Durante o evento realizado perto de Washington, Biden afirmou: "Veja o que a Rússia já está fazendo com as eleições de 2022 e a desinformação. É uma violação total de nossa soberania”.  

Na ocasião, o presidente dos Estados Unidos demonstrou preocupação em relação aos ataques cibernéticos de origem russa e falou até mesmo sobre uma possível guerra:

"Se acabarmos em uma guerra, em uma verdadeira guerra armada, com outra grande potência, será por causar o de um ciberataque”, afirmou o democrata.

O norte-americano ainda fez comentários sobre o presidente russo,Vladimir Putin, e o definiu como um homem “perigoso” que é o “chefe de uma economia que tem armas nucleares e poços de petróleo”.


Sobre Joe Biden 

No dia 7 de novembro, a projeção da agência Associated Press confirmou que o candidato democrata Joe Biden conseguiu atingir 274 delegados — 4 a mais do que o necessário —, sendo eleito o 46º presidente dos Estados Unidos. O presidenciável disputava a vaga contra o republicano Donald Trump, que buscava a reeleição. 

O anúncio da vitória ocorreu após o término da apuração no estado da Pensilvânia. Biden também venceu na contagem de votos totais, com mais de 4 milhões dii do democrata.

Joe Biden não apenas será responsável por tirar o título do ex-apresentador de ‘O Aprendiz’, como também baterá um recorde do antecessor: Será o mais velho a assumir o cargo de presidente dos Estados Unidos. Trumpjá havia declarado vitória no dia 4 de novembro, antes mesmo do encerramento da apuração.ppoī

Formado em história, ciência política e direito, Biden atuou por algum tempo como advogado antes ir para a área da política. Ele foi um senador bem-sucedido, certa vez tendo até seis mandatos consecutivos. 

As duas últimas vezes que tentou concorrer à presidência, não teve sucesso. Foi nessa segunda tentativa, inclusive, que ele se aproximou de Barack Obama, e os dois políticos acabaram formando a chapa que venceu as eleições de 2008 nos Estados Unidos. Biden foi o vice de Obama durante seus dois mandatos.