Notícias » Política

Sergio Moro foi parcial em julgamento de Lula, conclui Comitê de Direitos Humanos da ONU

O órgão também afirma que o ex-presidente do Brasil teve os direitos violados; entenda

Redação Publicado em 28/04/2022, às 10h26

Sergio Moro e Lula
Sergio Moro e Lula - Getty Images

De acordo com informações divulgadas na última quarta-feira, 27, na coluna de Jamil Chade, no portal UOL, o Comitê de Direitos Humanos da ONU chegou a uma conclusão a respeito do julgamento de um processo contra o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Segundo revelado na reportagem, para o Comitê, o então juiz do caso, Sergio Moro, foi parcial no julgamento no âmbito da chamada Operação Lava Jato. Ainda de acordo com o órgão, os direitos de Lula foram violados.

Acredita-se que a decisão da instituição seja publicada ainda hoje, 28. Caso seja concluído, o ocorrido será o primeiro golpe internacional contra Moro, que chegou a atuar como Ministro da Justiça e Segurança Pública, no governo Jair Bolsonaro.

O caso ficou em análise durante seis anos em Genebra, na Suíça. Com a decisão legal e com o acordo do Brasil a respeito de tratados internacionais, a recomendação do Comitê deve ser seguida. No entanto, não há uma forma de obrigar a adoção das medidas.

Respostas

Em entrevista exclusiva para a coluna de Jamil, Sergio Moro falou sobre o assunto. Ele informou que não irá se pronunciar da decisão até ter acesso ao conteúdo. No entanto, pontuou:

O ex-presidente Lula foi condenado por corrupção em três instâncias do Judiciário e pelas mãos de nove magistrados [...] sua prisão foi autorizada pelo STF em março de 2018”, disse o ex-juiz, em nota para o UOL.