Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Terra

Terra recebe mensagem enviada à 16 milhões de quilômetros de distância

Transmissão via laser foi feita de uma distância inédita; entenda!

Fabio Previdelli

por Fabio Previdelli

fprevidelli_colab@caras.com.br

Publicado em 23/11/2023, às 10h14

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem ilustrativa - NASA
Imagem ilustrativa - NASA

A NASA informou que teve sucesso ao transmitir, via laser, à Terra uma mensagem que percorreu um trajeto de 16 milhões de quilômetros. O sinal foi enviado de uma distância inédita através da sonda Psyche.

Chamado de Comunicações Ópticas no Espaço Profundo (DSOC, na sigla em inglês), o experimento montado na sonda Psyche realizou a primeira transmissão óptica de dados além da órbita lunar. Para isso, foi enviado um laser na faixa do infravermelho próximo — codificado com dados de teste — que foi recebido pelo Telescópio Hale, no Observatório Palomar da Caltech, na Califórnia.

O Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL), que ficou responsável pelas duas missões, informou que alcançou seu "primeiro sinal" em 14 de novembro. A mensagem percorreu um trajeto aproximado de 16 milhões de quilômetros — o que representa cerca de 40 vezes a distância entre nosso planeta e a Lua.

"Alcançar o primeiro sinal é um dos muitos marcos críticos do DSOC nos próximos meses, pavimentando o caminho para comunicações de alta taxa de dados capazes de enviar informações científicas, imagens em alta definição e transmissão de vídeo em apoio ao próximo salto gigante da humanidade: enviar humanos a Marte", declarou Trudy Kortes, diretora de Demonstração de Tecnologia na sede da NASA, ao IFLScience.

Envio de mensagem

Conforme recorda o Olhar Digital, comunicações ópticas para envio de mensagens na órbita terrestre não são algo inédito, mas a distância alcançada nesta ocasião representa um feito único.

Geralmente, a agência espacial norte-americana usa comunicações via rádio para suas missões, como aconteceu com as expedições à Lua. Entretanto, o envio por laser possui uma taxa de transmissão entre 10 a 100 vezes superior.

No teste realizado em 14 de novembro, a mensagem demorou cerca de 50 segundos para percorrer o percurso entre a sonda Psyche e a Terra. Porém, conforme a sonda se afasta, pode demorar até 20 minutos para o retorno do sinal — o que requer que a posição dos lasers tenha que ser reajustadas constantemente.

"Comunicação óptica é uma bênção para cientistas e pesquisadores que sempre buscam mais de suas missões espaciais e possibilitará a exploração humana do espaço profundo. Mais dados significam mais descobertas", completou Dr. Jason Mitchell, diretor da Divisão de Tecnologias Avançadas de Comunicação e Navegação no Programa de Comunicação e Navegação Espacial da NASA.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!