Notícias » Estados Unidos

Trump forçou governadora para que seu rosto fosse incluído no Monte Rushmore, afirma NYT

Segundo Kristi Noem, esse seria o “sonho” do presidente norte-americano

Fabio Previdelli Publicado em 10/08/2020, às 09h51

O Monte Rushmore e o presidente dos EUA, Donald Trump
O Monte Rushmore e o presidente dos EUA, Donald Trump - Wikimedia Commons/Montagem Divulgação

De acordo com matéria publicada pelo New York Times nesse fim de semana, o presidente norte-americano Donald Trump pressionou a governadora do estado da Dakota do Sul, Kristi Noem, para que seu rosto fosse incluído no famoso e polêmico Monte Rushmore.

Em um recente encontro dos dois, em 4 de julho, quando Noem entregou a Trump uma miniatura do monte, onde seu rosto está esculpido ao lado de George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln.

Esse teria sido a maneira que a governadora encontrou de satisfazer o desejo do chefe de Estado, que, segundo o NYT, teria pedido para que alguns assessores da Casa Branca ligassem para Krist questionando-a sobre a possibilidade da imagem de Trump ser adicionada ao monumento.

O jornal afirma que essa ligação teria ocorrido no ano passado, após uma visita de Noem a Casa Branca, quando Trump teria dito que era seu “sonho” aparecer no monumento.

Essa não parece ser a primeira vez que o presidente norte-americano toca no assunto. Segundo o UOL, em 2018, Kristi revelou que os dois discutiram a possibilidade de uma escultura ser implantada no Salão Oval.

Inicialmente, a governadora pensou que o sonho de Trump era uma brincadeira. “Comecei a rir”, revela. “Ele não estava rindo, então estava totalmente sério”.