Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Egito

'Tutankamon': 5 motivos para não perder a exposição imersiva sobre o Egito Antigo

Em São Paulo, a exposição imersiva 'Tutankamon' fascina ao levar os visitantes para o Egito Antigo através do metaverso

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 27/01/2024, às 14h00 - Atualizado em 19/02/2024, às 18h36

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Registros da exposição 'Tutankamon' - Vitor Lima
Registros da exposição 'Tutankamon' - Vitor Lima

Revelada em 4 de novembro de 1922, a tumba do faraó Tutancâmon, da décima oitava dinastia, ainda é uma das maiores descobertas arqueológicas da História. O responsável pelo achado foi o egiptólogo Howard Carter, que se deparou com mais de 5 mil valiosos itens na tumba, localizada no Vale dos Reis, no Egito. 

Mais de 100 anos depois, o local de descanso do 'faraó menino' — como ficou conhecido — ainda fascina diferentes gerações. Não somente a sua tumba, mas também o Egito Antigo, civilização que prosperou às margens do Nilo. Com isso em mente, foi inaugurada em São Paulo a exposição 'Tutankamon', no Shopping Cidade São Paulo. 

Além de desvendar os segredos dos rituais funerários da antiga civilização, também é possível imaginar a tumba do faraó e até mesmo se divertir com óculos de realidade virtual. Com isso em mente, confira 5 motivos para não perder a exposição que acaba de ser inaugurada. Veja a lista abaixo!

1. O Egito

Logo no início da mostra, é possível conferir um resumo sobre a história do fascinante Egito Antigo. Além disso, a sala também conta com a árvore genealógica fascinante do faraó Tutancâmon e uma explicação sobre como ele chegou ao trono. No local, os visitantes se deparam com uma réplica da máscara funerária do jovem faraó.


2. Na tumba do faraó

Réplica da máscara funerária do faraó - Vitor Lima

Em seguida, o público é levado até uma mostra com réplica de alguns itens da tumba do faraó menino. Além de conferir um mapa sobre a localização da tumba no Vale dos Reis, os visitantes encontram uma réplica da múmia de Tut e de alguns dos mais de 5 mil itens encontrados em seu local de descanso.


3. Segredos da mumificação

A exposição também responde curiosidades a respeito de um dos processos mais intrigantes do Egito Antigo: a mumificação. Um infográfico detalha como os antigos egípcios preparavam os corpos para a vida após a morte.


4. Projeções

Réplicas da tumba do faraó - Vitor Lima

Comum em exposições imersivas, a famosa sala de projeção não é esquecida em 'Tutankamon'. Quem participa da mostra, confere a história do Egito Antigo e da descoberta da tumba do faraó em projeções imersivas em 4K. O diferencial, é que é apresentada uma narração com legendas em diferentes idiomas.


5. Realidade virtual

A cereja do bolo, entretanto, é o conceito que conhecemos atualmente como metaverso. Já no fim da exposição, óculos de realidade virtual levam o público para uma simulação de vida após a morte no Egito Antigo.

Na última sala, mais uma surpresa: os visitantes são levados para uma experiência sensorial. Com o auxílio de óculos de realidade virtual, as pessoas são levadas para a descoberta da tumba de Tutancâmon através da tecnologia.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!