Notícias » Ucrânia

Ucranianos relatam que parentes na Rússia não acreditam em guerra

Invasão da Rússia na Ucrânia foi iniciada em 24 de fevereiro

Redação Publicado em 08/03/2022, às 14h16

Famílias ucranianas chegam à Hungria fugindo da guerra
Famílias ucranianas chegam à Hungria fugindo da guerra - Getty Images

Apesar de sofrerem diariamente com os ataques das tropas russas, cidadãos ucranianos têm relatado que seus parentes da Rússia não acreditam na existência de uma guerra, o que põe em evidência a forte onda de desinformação promovida pelo governo de Vladimir Putin.

De acordo com uma reportagem do New York Times, mensagens oficiais do Kremlin têm negado o conflito, afirmando que a invasão ao território ucraniano seria apenas uma "operação especial militar" para "desnazificar" o país vizinho. Veículos independentes que se propõem a fazer a cobertura dos confrontos, porém, estão sendo reprimidos, conforme informações do UOL.

O ucraniano Misha Katsurin, de 33 anos, foi um dos entrevistados pelo NYT. Ele contou à reportagem que se questionou acerca do motivo que teria levado seu pai, que vive na Rússia, a não entrar em contato para saber se ele estava bem. "Há uma guerra, sou filho dele, e ele simplesmente não ligou", declarou Katsurin

A fonte explicou que os canais de televisão russos não transmitem o bombardeio de Kiev, capital da Ucrânia, e demais cidades do país.

Além disso, também não informam a população acerca dos diversos protestos espalhados pela Rússia contra a guerra, preferindo, em vez disso, divulgar os sucessos de seus militares.