Matérias » Crimes

67 mortes: Yang Xinhai, o maior serial killer da China

Iniciando a vida de crime em 1999, utilizava martelos, pás, barras de ferro, e o que dispunha para matar vítimas em todos dos locais que passava

Gabriel Fagundes Publicado em 28/03/2020, às 10h00

Yang Xinhai: o “Monstro Assassino”
Yang Xinhai: o “Monstro Assassino” - Divulgação

Ele era conhecido pelos nomes falsos Wang Ganggang, Yang Zhiya e até Yang Liu, mas seu verdadeiro era Yang Xinhai. Um homem que atemorizou a China por ser considerado o maior serial killer do país, ganhando notoriedade por ser um “Monstro Assassino”.

A biografia do criminoso é repleta de muitas sombras, isso porque pouco se sabe da completude de sua história. Mas muitas ocorrências vieram a público depois que conseguiu reconhecimento nacional pelos seus atos.

Sobre os momentos iniciais de sua adolescência, os detalhes são diminutos. Entretanto, é devido às descrições feitas pelos seus familiares, que residem atualmente nos EUA, que alguma claridade é jogada nessa história cheia de penumbras.

De acordo com eles, Yang, já na infância, era hábil tanto para desenhar quanto escrever histórias, cujo enredo era sempre sangrento e envolvia assassinatos. Ou seja, o que no princípio não passava de uma ficção, rabiscos pueris, se consumaria naquilo que ele realizaria no futuro.

O criminoso que assolou a China e vitimou inúmeras pessoas / Divulgação

 

Yang era o filho mais jovem de quatro irmãos, cuja família carecia de condições financeiras. O menino nasceu e cresceu num vilarejo carente de Henan, província no Vale do Rio Amarelo, na região central da China. Era sábio e gostava de ficar sozinho, evitava contato com as multidões; veio a deixar a escola quando tinha seus 17 anos, e também partiu de casa para trabalhar e viver empregos eventuais nas lavouras do país.

Nesse momento de êxodo, de transição, percorreu quatro cidades chinesas, onde realizou alguns delitos com os nomes falsos de Wang Ganggang, Yang Zhia e Yang Liu. Em decorrência, acabou sendo preso pelas autoridades em 1988, sendo condenado há permanecer três anos em um campo de trabalho forçado. Posteriormente, em 1996, Yang retornou para a cadeia, nessa ocasião por uma tentativa de estupro — ficando mais três anos na prisão.

O serial killer sendo capiturado / Divulgação

 

Porém, uma evolução que aparentava se concretizar na sua vida quando arrumou uma namorada e terminou de cumprir a pena, não se constituiu. A tranquilidade não durou porque a moça com quem se relacionava percebeu que ele era um criminoso.

Como consequência, devido à separação, segundo os relatos da época, o desejo de assassinar pessoas teria se efetivado. E foi no ano de 1999, que o serial killer começou sua cassada.

Para agir, escolheu a madrugada, onde tinha menos movimento e conseguia adentrar nas casas das zonas rurais. Quando entrava, ele primeiro amordaçava todos os ocupantes da residência, depois estuprava as mulheres. Feito isso, utilizava martelos, pás, barras de ferro, o que dispunha para matar todos do local. Não querendo chamar atenção das autoridades variava em todas as suas vestes.

Com tudo, em 2003, na cidade de Luohe, Yang foi preso por policiais de rotina, por conta da sua atitude suspeita. Temendo ficar novamente preso, ele então ficou descontrolado e teve que ser encaminhado para a delegacia. Chegando ao local, admitiu para as autoridades todos os assassinatos cometidos.

Por esse motivo, em 1 de fevereiro de 2004 ele foi culpado por 67 mortes, 23 estupros e cinco agressões graves; sendo sentenciado a Pena de Morte.  Assim,13 dias depois da condenação, foi morto com um tiro na nuca.


+Saiba mais sobre serial killers por meio das obras das obras disponíveis na Amazon:

The Phantom Killer, de James Presley (2016) - https://amzn.to/392YUuT

Arquivos Serial Killers, de Ilana Casoy (2017) - https://amzn.to/2IUCmST

The Serial Killers: Gary Ridgway, de Mark Simpson - https://amzn.to/33n0k0V

Mindhunter, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/33NCLhU

Lady Killers, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/2PbCDoy

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du