Matérias » Celebridades

8 celebridades que morreram no auge do sucesso

A maioria faleceu por excesso de drogas. Mas houve outras situações trágicas

Redação AH Publicado em 12/04/2019, às 12h04

None
Getty Images

A trajetória das indústrias cinematográfica e musical é marcada pela ascensão de muitos nomes que, de alguma maneira, deixam seu legado na História. Da mesma forma,  muitas celebridades chocaram o mundo com mortes trágicas e repletas de controvérsias. 

Além da pressão causada pela própria fama, muitos ícones do cinema e da música faleceram após o consumo excessivo de remédios, bebidas e drogas ilícitas no auge do sucesso de suas carreiras.

Conheça a vida e a morte de alguns dos maiores artistas do mundo.


1. Elvis Presley (1935 - 1977) 

Reprodução

O rei do rock nasceu em uma família pobre, no meio da Grande Depressão dos EUA, na pequena cidade de East Tupelo, no Mississippi. Dirigia uma caminhonete quando resolveu gravar um disco para a mãe. Pouco depois, foi descoberto e tornou-se uma lenda, mudando o comportamento da juventude dos Estados Unidos. Excêntrico, morava numa mansão luxuosa chamada Graceland, em Memphis, Tennessee. Morreu aos 42 anos, por overdose de remédios, em 16 de agosto de 1977.


2.  Jimmy Hendrix (1942 - 1970) 

Reprodução

John Allen Hendrix é o maior guitarrista do rock. Seus acordes distorcidos e seu jeito insólito de tocar - às vezes tirava som com os dentes, às vezes incendiava o instrumento - lhe valeram a condição de mito. Suas canções eram as preferidas dos soldados americanos no Vietnã. Morreu em 18 de setembro de 1970. Segundo o médico que o atendeu, Hendrix morreu afogado no próprio vômito.


3. Marilyn Monroe (1926 - 1962)  

Reprodução

O símbolo máximo de Hollywood nasceu com cabelos castanhos e se chamava Norma Jeane Mortenson. A atriz apareceu para o público norte-americano na primeira edição da Playboy, em dezembro de 1953. Viciada em remédios e bebida, morreu aos 36 anos, dormindo. O laudo médico indica que Monroe sofreu uma overdose de barbitúricos. 


4. Brian Jones (1942 - 1969) 

Reprodução

Lewis Brian Hopkin Jones foi um dos fundadores dos Rolling Stones. Envolveu-se com drogas pesadas e deixou o grupo em junho de 1969. Um mês depois, foi encontrado morto na piscina de sua casa, uma mansão que pertencera ao escritor A.A Milne. Não se sabe a causa exata da morte - drogas, acidente ou assassinato. 


5. Jim Morrison (1943 - 1971) 

Reprodução

James Douglas Morrison foi o líder da banda americana The Doors e seu principal letrista. Nasceu na Austrália quando o seu pai, o almirante George Morrison, servia no país. Alcoólatra e viciado em drogas, Morrison abandonou a banda em 1971 e foi viver em Paris com a namorada. Morreu na banheira, aos 27 anos, possivelmente vítima de overdose. A causa oficial foi um ataque cardíaco. 


6.  James Dean (1931 - 1955) 

Reprodução

James Bryon Dean fez apenas três filmes como protagonista em Hollywood (Juventude Transviada, Vidas Amargas e Assim Caminha a Humanidade), o suficiente para alçá-lo à condição de mito. Seu visual inspirou jovens americanos e seu estilo tornou-se quase padrão. Dean bebia e fumava demais e tinha fascínio por velocidade. Morreu em um acidente de automóvel que partiu sua coluna vertebral.


7. Amy Winehouse (1983 - 2011)

Reprodução

Winehouse nasceu em 14 de setembro de 1983 em Southgate, Londres, em uma família judia. O jazz sempre esteve presente em sua vida. E como consequência, seu talento floresceu em Southgate quando estudou na Ashmole School. Após lançar Frank (2003), seu primeiro álbum de estúdio, Amy se tornou um dos nomes mais requisitados do jazz. Entretanto, o vício em drogas ilícitas e a pressão da indústria musical resultaram na morte da cantora em 23 de julho de 2011. Seu legado permanece.


8. Cory Monteith (1982 - 2013)

Reprodução

Cory nasceu no dia 11 de maio de 1982 em Calgary, Canadá. O futuro ícone teen cresceu em Victoria, Colúmbia Britânica. Antes de ser descoberto em Hollywood, Monteith trabalhou como caixa do Walmart, taxista, mecânico e motorista de ônibus escolar. Após o divórcio dos pais, Monteith desenvolveu o vício em bebida. Aos 13 anos de idade já bebida como um adulto. Em 13 de julho de 2013, aos 31 anos, o ator da série Glee foi encontrado morto após uma combinação de heroína e álcool em um hotel de Vancouver.