Matérias » Crimes

Atiradores de 11 e 13 anos: Há 23 anos, ocorria o massacre do colégio Westside

A dupla foi responsável por matar quatro alunos, uma professora e ferir pelo menos dez pessoas no ataque que antecedeu Columbine

Wallacy Ferrari Publicado em 24/03/2021, às 10h19

Professores choram após massacre no colégio
Professores choram após massacre no colégio - Divulgação/Vídeo/ABC

A manhã de 24 de março de 1998 começou sem Mitchell Johnson, 13, e Andrew Golden, 11, entre os alunos do ônibus do colégio — o que era um alívio para alguns; de acordo com a revista Super Interessante, os rapazes já eram conhecidos na Westside Middle School, instituição onde estudavam, por praticarem bullying com outros colegas.

Mitchell era relatado como impulsivo, chegando a ameaçar de morte uma de suas primeiras namoradas. Andrew foi apontado como ainda mais influenciado pela agressividade, sendo acusado de matar a tiros o gato de um colega. Em ambos os casos, as armas de fogo se fizeram presentes desde sempre em suas vidas, pegando em equipamentos dos pais e avôs ao longo da infância.

Naquela manhã, no entanto, a dupla não esqueceu da disposição dos itens letais; Andrew furtou o carro da mãe e o equipou com sacos de dormir, alimentos e nove armas. Sem acompanhar o ônibus escolar, levaram o veículo roubado até o estacionamento do colégio, iniciando uma das maiores tragédias da história dos Estados Unidos.

O colégio Westside Middle School, onde o massacre ocorreu em 1998 / Crédito: Divulgação/Farkansas

 

Tragédia infantil

Conforme noticiado pela Folha de S. Paulo na época, um dos garotos entrou atrasado no colégio e acionou o alarme de incêndio da escola, de maneira que os alunos se organizassem para uma evacuação em massa. Com isso, a dupla se instalou entre arbustos na fachada da escola, vestidos com roupas inteiramente camufladas, e efetuaram disparos contra os grupos que saíam.

Os disparos iniciaram por volta de 12h41 no horário local, resultando na morte de quatro alunos e uma professora de 32 anos, identificada como Shannon Wright, que usou seu corpo como escudo para proteger uma estudante.

Parte do grupo que inicialmente saiu conseguiu voltar e relatar o alarme falso, evitando que mais alunos saíssem. Apesar disso, todos os alunos mortos e mais dez feridos tinham idades entre 11 e 13 anos, as mesmas dos atiradores.

Após a interrupção da saída, Mitchell e Andrew correram com as armas de volta para o carro da mãe, sendo capturados cerca de dez minutos depois por agentes do Departamento de Polícia de Jonesboro. Os militares acrescentaram que, pela quantidade de suprimentos, o grupo buscava desaparecer da cidade logo após o ataque.

Memorial montado em homenagem as vítimas do massacre em 1998 / Crédito: Divulgação/Farkansas

 

Legado mortal

A Folha também noticiou, no ano seguinte, a condenação dos garotos pelo massacre; sem esboçar reações durante as sessões do julgamento, a dupla permaneceu imóvel durante o anúncio de que ficariam em um centro de detenção infantil até os 21 anos. A medida foi cumprida a rigor, com Mitchell sendo liberado em 2005 e Andrew em 2007.

Este último, mais novo da dupla, chegou a relatar diversos problemas na infância e, 12 anos após ser solto, falecendo aos 33 anos em decorrência de um violento acidente de carro em uma rodovia no Arkansas, como informa a emissora norte-americana NBC.

Na mesma reportagem, o veículo acrescenta que as famílias das vítimas e sobreviventes dos tiros foram indenizadas em US$ 150 milhões. Mitchell Johnson, por sua vez, ainda foi preso mais uma vez após a saída.


+Saiba mais sobre assassinatos em grandes obras disponíveis na Amazon:

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2013) - https://amzn.to/37ytKLz

Arquivos Serial Killers. Made in Brazil e Louco ou Cruel, de Ilana Casoy (2017) - https://amzn.to/2QL8gEj

Lady Killers: Assassinas em Série: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/2sLF3kJ

De frente com o serial killer: Novos casos de MINDHUNTER, Mark Olshaker (2019) - https://amzn.to/2sLF73X

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W