Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Personagem

É verdade que Santos Dumont era muito próximo da Princesa Isabel?

Uma corrente de WhatsApp já afirmou que o inventor costumava se encontrar com a princesa; a verdade é bem diferente

Redação Publicado em 20/02/2022, às 09h00

A princesa Isabel e o aviador Santos Dumont - Wikimedia Commons / Insley Pacheco / Domínio Público / Agence de Presse Meurisse
A princesa Isabel e o aviador Santos Dumont - Wikimedia Commons / Insley Pacheco / Domínio Público / Agence de Presse Meurisse

Nos últimos anos, diversas correntes de WhatsApp foram criadas para exaltar o periodo da monarquia, bem como a família imperial brasileira.

Uma delas trouxe informações bastante questionáveis como a de que a princesa Isabel costumava receber visitas de Santos Dumont três vezes por semana durante o exílio, em Paris. 

Seria essa uma afirmação verdadeira?

Em busca de evidências

Com o objetivo de responder a esse questionamento o site Aos Fatos, especializado na verificação de informações, buscou fontes, entre biografias e consultas a historiadores, além de registros na imprensa.

Após a pesquisa, a fonte averiguou que não há provas suficientes de que isso seja verdade.

Mesmo entre as obras biográficas do aviador há apenas um episódio no qual a filha de D. Pedro IIé mencionada, contrariando a afirmação de que os encontros entre as duas figuras históricas teriam sido frequentes. 

A princesa no ano de 1870 / Crédito: Wikimedia Commons / Insley Pacheco

O episódio em questão narra um dos vários acidentes sofridos por Dumont numa época em que tentava desenvolver aquela que seria sua grande invenção, o avião, mais especificamente cinco anos antes do primeiro voo do 14-bis.

O acidente

Era ano de 1901 e o inventor participava de uma competição em Paris quando o balão no qual se encontrava repentinamente ficou sem combustível, antes mesmo que o brasileiro atingisse a linha de chegada.

Com isso, conforme escreveu o escritor Paul Hoffman em sua biografia de Santos Dumont, intitulada "Asas da Loucura", o balão acabou caindo sobre um castanheiro que, muito por acaso, pertencia à conhecida e poderosa família de banqueiros Rothschild.

Santos Dumont / Crédito: Domínio Público / Zaida Ben-Yusuf

A filha de Pedro II, que à época vivia em uma residência próxima ao local, logo soube do acidente e ordenou a seus criados que levassem um almoço ao aviador. Diz o texto que eles ainda entregaram, na ocasião, um convite para que Dumont fosse visitá-la.

Curioso presente

Depois da visita, afirma a fonte, Isabel teria enviado uma medalha de ouro ao brasileiro, a qual foi acompanhada de um bilhete.

Envio-lhe uma medalha de São Benedito, que protege contra acidentes. Aceite-a e use-a na corrente do relógio, na carteira ou no pescoço. Ofereço-lhe pensando na sua boa mãe e pedindo a Deus que o socorra sempre e o ajude a trabalhar para a glória de nossa pátria”, dizia a mensagem.

Não se sabe, no entanto, se Dumont tornou a se encontrar com a princesa.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo disponíveis na Amazon:

As lutas, a glória e o martírio de Santos Dumont, Fernando Jorge (2018) - https://amzn.to/31Ewp34

Santos Dumont, Fernando Jorge (2004) - https://amzn.to/2MBrrQk

Nas Alturas: Uma Biografia de Santos-Dumont, Rodolfo Nunhez (e-book) -https://amzn.to/33Soros

Os Balões de Santos-Dumont, Rodrigo Moura Visoni (2010) - https://amzn.to/2BvF9hl

O que eu vi, o que nós veremos, Alberto Santos Dumont (e-book)  - https://amzn.to/2Pc7AZy

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W