Matérias » Espaço

Não é verdade que botas usadas por Armstrong na Lua revelariam uma 'farsa'

Dúvida foi levantada em 2016, mas rapidamente refutada

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 05/03/2022, às 09h00

A pegada de Buzz Aldrin na Lua
A pegada de Buzz Aldrin na Lua - NASA

Depois que fotos que mostravam a sola das botas de Neil Armstrong circularam pela internet durante o ano de 2016, alguns internautas passaram a questionar se as pegadas que o astronauta deixou na Lua realmente teriam sido feitas por ela. O formato da sola do sapato teria levado muitos deles a se perguntarem, inclusive, se a viagem ao satélite da Terra foi real.

As imagens, que foram repercutidas durante a segunda quinzena de agosto de 2016, há 6 anos, mostravam o traje de Neil Armstrong, focando nas botas do astronauta, e uma das pegadas que ele teria deixado quando foi à Lua, durante o dia 20 de julho de 1969.

Na legenda que acompanhava as fotos durante a primeira vez que foram divulgadas em conjunto, o internauta que as postou nas redes sociais sugeriu que a bota que o astronauta americano usou para caminhar no satélite espacial possuía marcas diferentes daquelas que eram mostradas na imagem que mostraria sua pegada na Lua.

Alguns dos internautas que viram as imagens, a partir de então, segundo o portal E–farsas, teriam passado a questionar a ida até a Lua feita pelos astronautas que estavam a bordo da missão Apollo 11, com a justificativa de que as pegadas eram diferentes, e poderiam até ter sido encenadas.

A teoria voltou a repercutir mais uma vez através do Twitter numa publicação que diz 'O homem não foi para lua, e eu posso provar?'. No entanto, a teoria não condiz com a verdade.

Teoria mentirosa

Essa também não foi a primeira teoria da conspiração a surgir sobre a conquista feita pelos Estados Unidos, que ocorreu em plena Corrida Espacial. O envio dos humanos até a Lua já foi visto por muitos questionadores como uma manobra feita pelos representantes do governo americano para enganar seu próprio povo e até mesmo o mundo. 

Com o passar dos anos, diversas justificativas acabaram sendo empregadas para sustentar as teorias da conspiração, e a de 2016, feita nas redes sociais, foi uma das mais recentes. Mas, acontece que as botas de Neil Armstrong não revelam farsa alguma nem sobre a missão em que ele estava, nem sobre a ida do homem até a lua.

Isso acontece porque, apesar das imagens serem reais, a fotografia do traje espacial que Neil Armstrong usou foi tirada por Phil Plait, que participa do blog Bad Astronomy em 2015, enquanto ele visitava o Museu Smithsonian, em Washington, nos Estados Unidos, e a da pegada realmente foi tirada em 20 de julho de 1969 por um astronauta, elas foram tiradas de contexto, já que a última nem tem conexão com Armstrong.

Divulgação/NASA

A foto

A foto da pegada, na verdade, foi registrada pelo companheiro de voo de Neil Armstrong,Buzz Aldrin,que acabou fotografando a pegada para depois poder mostrar para os cientistas dentro da Nasa, que então teriam uma chance de estudar a consistência do solo lunar usando dela.

Além disso, quando se tratava de pisar na Lua, os astronautas americanos não utilizavam apenas a bota que pode ser vista no traje que está exposto.

Ao pisar no satélite, eles também usaram uma sobre bota, que serviu para garantir mais aderência ao solo durante o feito histórico do homem.