Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / 'Luta pela Fé - A História do Padre Stu'

O boxeador que virou padre: A história real por trás do filme sobre o Padre Stu

'Luta pela Fé - A História do Padre Stu' acompanha parte da história de Stuart Long, homem que foi de pugilista a padre

Éric Moreira, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 07/10/2023, às 14h00 - Atualizado em 21/05/2024, às 07h07

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Padre Stuart Long: Realidade e ficção - Reprodução/ Diocese of Helena e Sony Pictures
Padre Stuart Long: Realidade e ficção - Reprodução/ Diocese of Helena e Sony Pictures

Disponível no catálogo do Amazon Prime Video, o filme 'Luta pela Fé - A História do Padre Stu' reproduz a trajetória de Stuart Long, um homem que, ao longo de sua vida, foi de pugilista a até mesmo padre. A produção, por sua vez, conta com Mark Wahlberg no elenco, este que também é produtor e já realizava o longa biográfico havia cerca de seis anos.

Protagonizado pelo próprio Wahlberg, o longa acompanha Stuart Long, "um ex-boxeador e agnóstico que, após sobreviver a um acidente de moto, começa a se perguntar se pode tornar-se um padre católico e usar sua segunda chance para ajudar os outros", narra a sinopse.

Um fato curioso sobre a produção, por sua vez, é que Mark Wahlberg, um católico devoto, foi quem o idealizou o filme, após conhecer a história do clérigo e se identificou com sua jornada. Confira a seguir quem foi o verdadeiro Stuart Long:

+ 'Assassinos da Lua das Flores': Veja a história real por trás do filme

Stuart Long

De acordo com a Veja, Stuart Longgostava de praticar esportes desde o ensino médio, o que inclusive o levou a entrar no time de futebol da escola e, depois, ao de luta livre. Foi só um pouco mais velho, enquanto estudava na faculdade de Letras, que começaria seu sonho de se tornar um grande boxeador. No entanto, foi interrompido após uma luta deixar Long com a mandíbula quebrada, o que parecia o fim de sua carreira.

Então, em 1987, Stuart Long decidiu mudar-se para Los Angeles e arriscar uma carreira como ator. Nessa época, ele até conseguiu alguns papéis pequenos em publicidades, além de atuar como figurante em alguns filmes, entretanto, logo percebeu que a ideia não teria sucesso e desistiu da profissão.

Cena de 'Luta pela Fé - A História do Padre Stu' (2022)
Cena de 'Luta pela Fé - A História do Padre Stu' (2022) / Crédito: Reprodução/Sony Pictures

Alguns anos depois, já trabalhando em outra função no Norton Simon Museum, em Pasadena, ele encontrou outro obstáculo: sofreu um grave acidente de moto que quase o matou. Na ocasião, porém, acabou convencido de que fora poupado da morte por alguma razão e, questionando os próprios propósitos, Stu "conectou-se com deus" e começou a frequentar a igreja católica.

Outro obstáculo

No longa, é reproduzido o acidente que leva Stuart Long a mergulhar na religião, porém o que assistimos é um pouco diferente da realidade. Isso porque, no filme, o motivo inicial que faz Stu interessar-se pela igreja é uma mulher chamada Carmen, interpretada por Teresa Ruiz — inspirada em uma namorada real do homem, mas que não foi a razão de ele querer se batizar.

Outro empecilho que surgiu na vida de Stuart Long, foi uma doença que o acometeu, chamada miosite por corpos de inclusão (MCI). A condição, rara e sem cura, provoca inflamações no tecido muscular do indivíduo, bem como fraqueza e atrofia.

No entanto, mesmo com os sintomas apresentando piora dia após dia, Stu não se deixou abater e, em meio à crise, viu a doença como algo positivo — o que, posteriormente, ele descreveria como uma das melhores coisas que aconteceram em sua vida, graças ao que aprendeu na jornada.

Durante a luta contra a doença, Stuart ainda se aproximou de seus pais — Bill, pai do homem, é interpretado por Mel Gibson —, que o ajudaram a continuar atuante na religião, mesmo que na casa de repouso, onde viveu até seus últimos dias. Por fim, Stu veio a falecer em 9 de junho de 2014, aos 50 anos de idade, devido a complicações de sua doença.