Matérias » Bizarro

O misterioso — e não solucionado — desaparecimento do Voo 19

Um dos mais famosos casos relacionados ao Triângulo das Bermudas que acabou no sumiço de quatorze homens e cinco aviões

Pamela Malva Publicado em 05/12/2019, às 10h01

Dois Grumman TBF Avengers
Dois Grumman TBF Avengers - Wikimedia Commons

O dia 5 de dezembro de 1945 ficaria na memória de 14 cadetes da Base Aero-Naval de Fort Lauderdale, mas não pelo motivo que imaginavam. Ao saírem da base aérea divididos entre cinco aviões, os jovens estavam ansiosos para o que seria o último voo de treinamento antes de sua formatura.

O plano era simples: decolar, simular um ataque com torpedos e retornar à base. Entretanto, nada saiu como o planejado e o Voo 19, como a operação foi chamada, acabou fazendo parte de um dos casos mais misteriosos de desaparecimento entre todos os relacionados ao Triângulo das Bermudas.

Tudo ia bem até que, aos 90 minutos de voo, o comandante da tropa, Charles Carroll Taylor, avisou, por rádio, que estavam perdidos. O último contato com os jovens cadetes do Voo 19 foi às 19h04, quando o tenente Robert F. Cox, um instrutor de voo sênior, conseguiu falar com Charles.

Cox estava apenas voando próximo aos aviões e não fazia parte do treinamento, mas tentou localizar o esquadrão. A Base de Fort Lauderdale, na Flórida, no entanto, ordenou que ele voltasse.

Sem contato com os tripulantes das cinco aeronaves e com a última localização em mãos, um hidroavião PBM Mariner foi ao resgate. Com treze homens a bordo, a aeronave também desapareceu, em menos de uma hora de voo. O último contato do PBM, curiosamente, foi para avisar que estava se aproximando da última localização do Voo 19.

Um PBM Mariner, modelo usado para o primeiro resgate / Crédito: Wikimedia Commons

 

A Marinha, todavia, não pretendia desistir e colocou 248 aviões e dezoito navios em operação de busca. No total, as aeronaves e embarcações cobriram mais de 520.000 quilômetros quadrados do Oceano Atlântico e do Golfo do México procurando o Voo 19 e o PBM.

Oficiais da Marinha como Frank Dailey, um capitão da reserva, e o tenente Dave White varreram toda a costa da Flórida em baixas altitudes em busca de vestígios ou destroços. Os paradeiros do esquadrão em treinamento e dos outros treze homens, todavia, nunca foram determinados.


+Saiba mais sobre o Triângulo das Bermudas através dos livros abaixo

O Triângulo Das Bermudas, Charles Berlitz (1974)

Link - https://amzn.to/2Phtb1h

O enigmático Triângulo das Bermudas,  A.A. Colt (eBook)

Link - https://amzn.to/35Z6GEQ

O livro das conspirações, Edson Aran (2016)

Link - https://amzn.to/2Loe8ln

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.