Matérias » Entretenimento

O 'segredo' revelado pelo Sr. Barriga sobre o episódio de 'Chaves' em Acapulco

Edgar Vivar explicou, em 2017, que uma passagem no episódio de Acapulco enganou o público com truques do elenco

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 28/11/2021, às 13h00 - Atualizado em 30/11/2021, às 16h33

Edgar em montagem com cena onde segredo é revelado
Edgar em montagem com cena onde segredo é revelado - Divulgação / YouTube / SBT

Os episódios do seriado Chaves, exibidos há quatro décadas no Brasil, marcaram décadas de prestígio popular por retratar histórias cotidianas que se aproximam da realidade brasileira, como crises entre moradores, problemas financeiros e até momentos de lazer, com comidas tipicamente presentes na cultura latino-americana, como os churros ou o sanduíche de presunto.

Em uma destas ocasiões, o seriado produziu um episódio triplo histórico, onde os membros do elenco se unem para uma grande expedição à Acapulco, cidade turística do México, sendo um dos poucos capítulos onde a aventura não ocorre dentro da vila administrada pelo Senhor Barriga.

Além de estar longe dos estúdios onde normalmente gravavam, foi também uma das poucas ocasiões aonde o elenco largou as roupas padrões dos personagens, realizando adaptações com vestimentas de banho para as cenas na piscina. Contudo, uma passagem curiosa sobre uma dessas cenas só foi revelada 40 anos depois da gravação original.

Cena clássica do episódio de Acapulco / Crédito: Divulgação / YouTube / SBT

 

Enganou a todos

Um dos atores presentes nas gravações foi Edgar Vivar, que dava vida ao Nhonho e Senhor Barriga, que contou ao apresentador Danilo Gentili, em 2017, que a mudança das vestimentas nas cenas próximas da piscina foi aproveitada para criar uma ilusão para sanar a impossibilidade de outra atriz em gravar cenas na água.

De acordo com ele, Angelines Fernandéz, que dava a vida a Dona Clotilde — ou como as crianças preferiam se referir, Bruxa do 71 — passava maus bocados nas cenas, forçando Florinda Meza a realizar a cena: "Era a Dona Florinda fantasiada como a Bruxa do 71 porque a Bruxa não sabia nadar".

Ele detalhou que ambas vestiam o mesmo tamanho de roupa, o que fez o fato passar despercebido com um jogo de câmeras ágil e posicionamento de corpo, mas acrescentou que um detalhe facilitou a identificação; Florinda usava um sapato menor que Angelina, sendo possível notar na versão final um dos calçados escapando do pé ao entrar na piscina.