Matérias » Curiosidades

Queimadura de Sol, T-Rex e Couro Cru: conheça os codinomes mais bizarros dos presidentes norte-americanos

Além de garantir proteção a políticos e grandes personalidades, os apelidos também revelavam características sobre o indivíduo protegido

Fabio Previdelli Publicado em 07/10/2019, às 12h25

None
- Reprodução

A tradição de usar codinomes foi implantada de forma permanente durante o governo de Harry Truman. Os apelidos, dados pelo Serviço Secreto, são uma importante medida para garantir a segurança de presidentes, personalidades e até mesmo locais governamentais.

Além de garantir segurança, eles também costumavam revelar alguma curiosidade sobre o indivíduo protegido, e eram geralmente bem bizarros e engraçados. Confira alguns dos codinomes mais curiosos utilizados pelo Serviço Secreto:

1. Edith Wilson, "Grandma" (Avó)

A segunda esposa do presidente Woodrow Wilson, Edith Wilson, foi a primeira a receber um codinome do Serviço Secreto. Tudo começou depois que o presidente Wilson ficou viúvo, logo no segundo ano de seu mandato. Meses depois ele conheceu e se apaixonou por Edith, porém sua equipe estava preocupada com o fato de o público não aceitar muito bem uma nova relação tão cedo. Assim, Wilson passou a se referir a ela pelo apelido de Grandma, ou Avó em tradução livre.

2. Ronald Reagan, "Rawhide" (Couro Cru)

Esse codinome pertenceu ao 40º Presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan. O código é uma referência ao amor que Reagan tinha pela pecuária e também pela sua trajetória como ator de Westerns.

Ronald Reagan tinha o codinome de Couro Cru / Crédito: Wikimedia Commons


3. John F. Kennedy, "Lancer"

O apelido do Presidente John F. Kennedy foi inspirado nos contos lendários de Lancelot e dos Cavaleiros da Távola Redonda, pois seu governo era frequentemente comparado à lenda mítica e romântica de Camelot.

4. Newt Gingrich, "T-Rex"

O ex-presidente da Câmara, Newt Gingrich, ganhou um codinome bem peculiar enquanto era candidato à presidência dos Estados Unidos em 2012: ele era conhecido como T-Rex. A denominação ocorreu com base no seu amor por dinossauros, visível até mesmo em seu escritório, onde ele tinha a réplica de um crânio de T-Rex.

5. Bill Clinton, "Eagle" (Águia)

Enquanto estava no cargo, o presidente Clinton era conhecido por sua equipe de segurança como Eagle. Quando assumiu, todos de sua família receberam um codinome que começava com a letra E. A ex-primeira dama, Hillary Clinton, era conhecida como Evergreen (persistente ou perene).

Bill Clinton tinha o codinome de Águia / Crédito: Wikimedia Commons


6. George W. Bush, "Trailblazer" (Pioneiro ou Desbravador)

Como filho de um ex-presidente, muitos pensariam que George W. Bush apenas manteria o apelido que lhe foi dado quando seu pai governava o país. Mas o codinome Tumbler foi substituído por Trailblazer.

7. Ted Kennedy, "Sunburn" (Queimadura de Sol)

Ele costumava ser chamado de Leão do Senado, mas durante sua campanha presidencial para a eleição de 1980, o mais jovem da ninhada irlandesa-católica dos Kennedy recebeu o codinome Queimadura de sol. Apropriadamente, sua mãe, Rose Kennedy, foi chamada de Coppertone, uma marca de protetor solar.

8. Donald Trump, "Mogul" (Magnata)

Segundo o dicionário de Cambridge, Mogul significa uma pessoal importante que é muito rica e poderosa. Não sabemos quem escolheu esse codinome para Trump, mas a alcunha caiu como uma luva no atual presidente americano.

Donal Trump usa o codinome de Magnata / Crédito: Wikimedia Commons 


9. Richard Nixon, "Searchlight" (Holofote)

O codinome de Richard Nixon não poderia ser mais irônico. Nixon renunciou ao cargo após o escândalo do caso Watergate. Seu comportamento inconstitucional definitivamente o colocou no holofote de todo o escândalo.

10. Gerald Ford, "Passkey" (Senha ou chave de acesso)

Outro codinome um tanto quanto irônico é o de Gerald Ford. Quando assumiu o cargo, ele perdoou Nixon por seu comportamento ilegal, concedendo a ele uma ”chave de acesso” para o perdão total, gratuito e absoluto.