Matérias » Família real britânica

A verdade por trás da foto de Elizabeth II saudando Hitler na década de 1930

Divulgada pelo The Sun em 2015, a imagem criou polêmica e irritou a família real britânica

Alana Sousa Publicado em 18/04/2021, às 12h00

Imagem de 1933, na qual Elizabeth II faz a saudação nazista
Imagem de 1933, na qual Elizabeth II faz a saudação nazista - Divulgação/Youtube

Ainda que não tenha tido nenhuma ligação direta com o nazismo, a rainha Elizabeth II sempre se viu rodeada de pessoas que tinham simpatia pelo partido de Adolf Hitler. Desde as irmãs de seu falecido marido, o príncipe Philip, ao seu tio Edward VIII, a monarca em si jamais havia se envolvido em qualquer polêmica do tipo.

Evitando a presença das irmãs e de seus respectivos maridos em seu casamento, no ano de 1947, ainda que a guerra já tivesse terminado, Elizabeth se preocupava com sua corte sendo referenciada como uma aliada dos nazistas.

Seu tio Edward VIII foi um exemplo fatídico. O homem, que abdicou do trono para se casar com a americana Wallis Simpson, apresentava um certo gosto pelo partido alemão desde cedo. Segundo apontado pela BBC Internacional, o rei britânico enxergava nos nazistas a maneira ideal para combater o tão ameaçador comunismo.

A ideologia do monarca ficou ainda mais clara — e controversa — quando, na década de 1930, visitou pessoalmente o Führer. Em 1937, Hitler convidou Edward e Simpson para uma estadia em seu chalé, que ficava localizado na Áustria.

Wallis Simpson e Edward VIII com Adolf Hitler durante sua viagem a Alemanha / Crédito: Wikimedia Commons

 

Para o ex-rei do Reino Unido, "Hitler era o líder certo e lógico para o povo alemão", conforme repercutiu a BBC Brasil, anos mais tarde. Embora tenha tentado esconder a ligação com o nazismo, uma fotografia escapou e gerou polêmica no ano de 2015

A jovem Elizabeth fazendo saudação nazista

A monarquia britânica jamais falou diretamente sobre a aliança que Edward queria fazer com Hitler, alegando que "Sua Alteza real nunca afastou sua lealdade da causa britânica". Elizabeth, por sua vez, também se mostrou discreta sobre o assunto.

Até que uma foto ressurgiu da década de 1930 para atormentar a monarquia. Divulgado pelo jornal The Sun em julho de 2015, uma imagem retirada de um vídeo de cerca de 20 segundos mostra Elizabeth com seis anos, ao lado de sua irmã mais nova Margaret, sua mãe e seu infame tio Edward.

[Colocar ALT]
Jornal The Sun estampa a imagem / Crédito: Divulgação

Na cena divulgada, ainda em preto e branco, é possível observar a pequena fazendo a famosa saudação nazista, na qual se levanta o braço direito para mostrar lealdade a figura do ditador alemão.

A captura retirada da gravação saiu na primeira página do jornal inglês, com uma chamada na qual afirma que Edward VIII ensinou as sobrinhas a repetirem a terrível saudação. Acredita-se que a ocasião tenha ocorrido entre 1933 e 1934, no Castelo de Balmoral, onde a família real passa as férias.

A realeza rapidamente se manifestou, dizendo através de um porta-voz do Palácio de Buckingham estar profundamente decepcionada; uma maneira de amenizar o impacto na reputação do reino. “É desapontador que o filme, capturado oito décadas atrás e aparentemente do arquivo pessoal da Sua Majestade tenha sido obtido e explorado dessa maneira”, dizia trecho de comunicado.

Dias depois, o editor executivo do The Sun, Stig Abell, reportou o assunto: "É uma imagem fascinante. Não só porque tem Edward VIII que tornou-se rei em 1936. E em 1937 ele foi para a Alemanha. E em 1940 houve uma conspiração para levá-lo de volta ao trono. E ele se matou em 1970 dizendo que Hitler não foi um mau sujeito na Segunda Guerra Mundial". Acrescentando que a divulgação da imagem foi feita de “de maneira apropriada e responsável a serviço do interesse público”, como reportou na época o G1.


+Saiba mais sobre o tema através das obras disponíveis da Amazon: 

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7