Curiosidades » Personagem

5 fatos sobre Mansa Muça, o homem mais rico de toda a História

Veja quem foi a figura histórica que, até os dias de hoje, ocupa o primeiro lugar entre as pessoas com maiores fortunas que já existiram

Isabela Barreiros Publicado em 17/08/2020, às 17h12

O rei africano Mansa Muça, o homem mais rico que já existiu
O rei africano Mansa Muça, o homem mais rico que já existiu - Wikimedia Commons

Nos dias de hoje, sabemos quem são as pessoas mais ricas do mundo por meio de listas publicadas pela Forbes ou outro veículo de mídia que avalie essas fortunas. Os bilionários dos nossos dias competem entre si para ver quem chega no topo dessa enumeração, realizada anualmente por jornalistas e curiosos.

No entanto, eles não chegam nem perto de uma figura histórica que viveu na África durante o século 14. De fato, historiadores consideram Mansa Musa o homem mais rico que já existiu na História da humanidade, o que, com certeza, não está em pé de igualdade com os ricaços da atualidade.

Confira a seguir 5 fatos sobre Mansa Musa:

1. Quem era Mansa Musa?

Atlas Catalão em que mostra o imperador Mansa Musa / Créditos: Wikimedia Commons

 

Mansa Musa foi um rei africano que que governou o Império Mali durante o século 14. Hoje, a região dominada pelo imperador consiste nos países de Mali, Serra Leoa, Senegal, Gâmbia, Guiné e a parte sul do Saara Ocidental. Ele assumiu o poder do reino em 1312 e, sob o nome de Musa, recebeu o título de Mansa, que significa rei, o que forma o nome pelo qual ele é conhecido hoje.

O homem foi o principal responsável por expandir as riquezas do poderoso império. Sob seu reinado, houve um gigantesco avanço do desenvolvimento urbano e da articulação entre as cidades, principalmente devido às grandes obras de infraestrutura ordenadas por ele. Hoje, ele é definido como o homem mais rico que já existiu na História.


2. Qual era o valor da fortuna de Mansa?

Ele era tão rico que é quase impossível definir sua fortuna. Ao longo da história, economistas e historiadores tentaram, mas nunca conseguiram calcular exatamente a quantia de sua riqueza. Segundo a revista estadunidense Money, Musa é “mais rico do que qualquer pessoa possa descrever”.

Ainda assim, os pesquisadores tentaram definir uma estimativa para tamanha riqueza. Após inúmeros estudos, os especialistas acreditam que ela passaria facilmente dos três trilhões de dólares. "Realmente não tem uma maneira de mensurar com precisão a riqueza de Mansa Musa", afirmou Jacob Davidson da Time, veículo que elegeu Muça o ser humano mais rico da História.


3. De onde vinha tanta riqueza?

O rei africano fez com que a riqueza de seu império crescesse consideravelmente ao longo dos anos que o liderou. Mas como ele conseguiu se tornar o homem mais rico da História? Segundo Kathleen Bickford Berzock, curadora do Block Museum of Art, nos Estados Unidos isso se deve ao fato de que ele possuía total controle da produção de ouro da região.

"As fontes árabes do período nos dizem que os reis do Mali cobraram impostos consideráveis sobre o ouro no reino, de modo que, essencialmente, ele tinha acesso a recursos de ouro quase que ilimitados", explicou a especialista em entrevista à AH no ano passado.


4. Demonstração de riqueza

Gravura feita em 1670 em que retrata a viagem de Musa para Meca / Créditos: Getty Images

 

Historiadores contam um episódio que pode demonstrar tamanha riqueza — e, consequentemente, poder. Ele não era muito conhecido entre os outros reinos, por mais que possuísse tal fortuna. Isso mudou quando, em 1314, fez uma viagem até a cidade de Meca, exibindo mais de 60 mil homens, entre civis, soldados e escravos em uma luxuosa caravana. Durante essa peregrinação, fez uma parada no Cairo, e, ao longo dessa jornada, doou muito ouro.

Segundo Kathleen Bickford Berzock, “ele distribuiu tanto ouro durante sua jornada que teve um impacto sobre o valor do ouro no mercado”. O resultado foi catastrófico: ao distribuir uma quantia exorbitante de ouro, levou o Egito a uma crise de inflação, o que fez com que a economia local demorasse pelo menos 12 anos para se recuperar da atitude de Mansa.


5. Legado

Mansa Musa foi o rei do Império Mali durante um longo tempo: documentos históricos indicam que ele permaneceu no poder do grande reino por ao menos 27 anos. Ele teria morrido no ano 1337, mas é lembrado até os dias de hoje, quase 700 anos depois de ter falecido.

O imperador africano carrega até hoje o título de homem mais rico da História, um recorde que parece difícil de ser quebrado. Além da posição no topo do ranking de riqueza, também deixou para a atualidade inúmeras construções importantes, erguidas durante seu reinado, como escolas, mesquitas, bibliotecas e museus.


+ Saiba mais sobre essa História através das obras disponíveis na Amazon:

História geral da África - Volume 4: África do século XII ao XVI (2011) - https://amzn.to/3i5hVCJ

Cultura, história intelectual e patrimônio na África Ocidental (2019) - https://amzn.to/31ljcje

História da África, de José Rivair Macedo (2014) - https://amzn.to/2NugzU5

Mansa Musa and the Empire of Mali, de P. James Oliver - https://amzn.to/3eBaktj

Mansa Musa I: Kankan Moussa: from Niani to Mecca , de Jean-Louis Roy (2019) - https://amzn.to/31jIjmn

Beyond Timbuktu – An Intellectual History of Muslim West Africa, de Ousmane Oumar Kane (2016) - https://amzn.to/3dBhL2v

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W