Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Curiosidades / Filmes

De Sniper Americano a Titanic: Veja erros em filmes baseados em fatos

Apesar da tentativa de serem fiéis à realidade, nem sempre os filmes conseguem retratar o que aconteceu com precisão; confira erros históricos!

Isabelly de Lima Publicado em 08/02/2024, às 17h25 - Atualizado em 12/02/2024, às 00h03

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cenas dos filmes 'Sniper Americano' (esq.) e 'Titanic' (dir.) - Divulgação / Warner Bros. Pictures e 20th Century Studios
Cenas dos filmes 'Sniper Americano' (esq.) e 'Titanic' (dir.) - Divulgação / Warner Bros. Pictures e 20th Century Studios

Quando falamos de filmes históricos, além do gosto por entretenimento e a compreensão que um filme exige de seu público, é necessária uma atenção maior para entender todos os detalhes dessas obras específicas. Além de prestar atenção na história contada por esse tipo de produção, é preciso conferir se todas as informações são corretas.

Desde figurino até a cenografia, assistir a um filme de época exige uma imersão total nos acontecimentos, para que o espectador da obra se sinta dentro da trama e seja levado ao período retratado no filme.

Um exemplo de um filme que teve todos os detalhes bem elaborados foi ‘Oppenheimer’, de Christopher Nolan, que entregou uma trama bem construída com todos os elementos equivalentes ao período em que o físico viveu (além de empregar fidelidade nos acontecimentos históricos). Essa produção, inclusive, é a grande aposta para ser consagrado como filme do ano pelo Oscar 2024.

Cena do filme 'Oppenheimer', de Christopher Nolan - Divulgação / Universal Pictures

+ Oppenheimer e mais: filmes baseados em histórias reais dominam indicações ao Oscar

No entanto, não é sempre que os filmes históricos acertam em aspectos fundamentais para a qualidade e veracidade de uma produção desse âmbito.

Às vezes com um erro de cronologia ou até mesmo de localização, alguns filmes pecam em detalhes importantes para a veracidade da trama. Tendo isso em mente, separamos alguns erros encontrados em filmes históricos; confira a seguir:

1. Capitão Phillips

O filme dramático dirigido por Paul Greengrass, lançado em 2013, narra os eventos do sequestro do navio Maersk Alabama por piratas somalis em 2009. A história destaca o papel do marinheiro Richard Phillips, vivido por Tom Hanks, cuja rápida ação e calma sob pressão resolvem a situação. O enredo do filme é baseado nas memórias de Phillips, intituladas "A Captain's Duty".

No entanto, não é uma visão unânime entre os membros da tripulação do Alabama. Um deles, em 2013, alegou publicamente que Phillips recebeu e ignorou sete e-mails alertando sobre a presença dos piratas, repercute o The Guardian. Alegou-se também que Phillips não tinha planos de lidar com a situação quando os piratas abordassem o navio.

Tom Hanks como Capitão Phillips - Divulgação / Columbia Pictures

Consequentemente, vários tripulantes moveram uma ação judicial contra a Maersk, buscando uma indenização de US$ 50 milhões, argumentando que foram deliberadamente enviados para águas conhecidas por serem infestadas de piratas. A Maersk, posteriormente, chegou a um acordo extrajudicial com os tripulantes, encerrando o litígio.


2. Coração Valente

O filme "Coração Valente" tornou-se objeto de debate por suas interpretações questionáveis dos eventos históricos que cercam a vida de William Wallace. Embora aclamado por sua narrativa épica, o filme distorce alguns fatos importantes.

O longa, por exemplo, retrata Wallace (Mel Gibson) crescendo na pobreza, apesar de sua origem na aristocracia. Além disso, sugere um romance entre Wallace e a princesa Isabella da França (Sophie Marceau), embora ela fosse apenas uma criança na época retratada no filme e nunca tenha se encontrado com ele.

Mel Gibson em 'Coração Valente' - Divulgação / 20th Century Studio

Outra imprecisão notável é a representação de Wallace usando kilts, que só surgiram muito depois do período retratado no filme.


3. Sniper Americano

O filme dirigido por Clint Eastwood,"Sniper Americano", enfrentou críticas por suas representações imprecisas e dramatizações que divergem da realidade. Uma das cenas iniciais, em que Chris Kyle, interpretado por Bradley Cooper, atira em uma criança, é alvo de críticas, pois, Kyle nunca cometeu tal ato.

Além disso, seu principal antagonista no filme, um atirador iraquiano chamado Mustafa (Sammy Sheik), tem uma relação fictícia com o protagonista, uma vez que na vida real eles raramente se cruzaram, se é que Mustafa realmente existiu.

Bradley Cooper como o protagonista de 'Sniper Americano' - Divulgação / Warner Bros. Pictures

No entanto, também surgiram questionamentos sobre a credibilidade de Chris Kyle como narrador. Ele fez diversas afirmações não corroboradas em suas memórias e na divulgação do livro e do filme.

Kyle, por exemplo, exagerou o número de medalhas recebidas durante seu serviço militar e alegou ter agredido Jesse Ventura, acusação que resultou em um processo legal.


4. Titanic

O diretor James Cameron enfrentou críticas quanto à precisão histórica de seu filme "Titanic", apesar de retratar os eventos gerais do desastre fielmente. No entanto, a representação de certos personagens gerou controvérsias, especialmente em relação ao primeiro oficialWilliam Murdoch (Ewan Stewart).

O personagem William Murdoch em 'Titanic' - Divulgação / 20th Century Studio

No filme, Murdoch é retratado como um policial corrupto que entra em pânico durante o naufrágio, disparando contra um passageiro antes de se suicidar. Essa caracterização desagradou à família de Murdoch, que contestou veementemente a representação de seu parente como um herói.

De acordo com relatos de sobreviventes, há discrepâncias sobre o destino de Murdoch durante o naufrágio. Testemunhas afirmaram tê-lo visto cometer suicídio, enquanto outras sugerem que ele foi arrastado para o mar, como relatado pelo portal The Guardian.

A família de Murdoch refutou veementemente a representação negativa, destacando sua reputação como um oficial corajoso que ajudou com botes salva-vidas e também na evacuação de passageiros.

Em resposta às críticas, um representante da Fox visitou a cidade natal de Murdoch para pedir desculpas e fazer uma doação de mais de R$ 31 mil para uma escola local, buscando amenizar as tensões causadas.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!