Curiosidades » Personagem

Eterna Cleopatra de Hollywood: o que aconteceu com a fortuna de Elizabeth Taylor?

Morta em 2011, a herança da atriz teve diferentes destinos — sendo um deles inesperado

Caio Tortamano Publicado em 04/07/2020, às 09h00

Elizabeth Taylor, atriz de Hollywood
Elizabeth Taylor, atriz de Hollywood - Imagem de WikiImages por Pixabay

Elizabeth Taylor foi uma das figuras mais icônicas da história do cinema, sendo extremamente marcante na frente das câmeras ou até mesmo em sua vida privada. Os casamentos da atriz — oito ao total — foram todos de interesse público, e sua grande carreira marcou gerações.

Quando faleceu, em 2011 aos 79 anos de idade, a artista deixou uma fortuna de 600 milhões de dólares para trás, mas com destinos específicos. Mais da metade desse dinheiro foi destinado à instituições de caridade, muitas das quais ela ajudou a fundar enquanto viva.

Desde 1985, diante do falecimento de um amigo próximo em decorrência da AIDS, Taylor foi uma das maiores financiadoras de projetos filantrópicos para soropositivos, sendo fundadora da Elizabeth Taylor AIDS Foundation e co-fundadora da American Foundation for AIDS Research. Assim, grande parte de sua fortuna foi investida na instituição.

Elizabeth Taylor em Cleópatra (1963) / Crédito: Getty Images

 

O resto de sua farta herança foi dividido entre os quatro filhos da atriz, netos e alguns empregados que sempre ajudaram a artista e sua família. Um dos herdeiros, entretanto, chamou atenção da mídia no momento em que fora divulgado os beneficiados. Era Larry Fortensky, o último marido da eterna Cleópatra de Hollywood.

Ex-marido

Eles foram casados durante cinco anos e se conheceram em uma clínica de reabilitação.  Larry trabalhava com construção civil nesse período. Para seu último marido, a atriz deixou o valor de 800 mil dólares, mesmo depois de dar ao amado uma mesada cujo valor não foi estipulado. 

Em entrevista ao jornal Daily Mail, Fortensky afirmou: "Eu sou um homem orgulhoso, eu gosto de trabalhar. Eu não queria o dinheiro dela. Eu sempre trabalhei para me sustentar e, enquanto eu estava com ela, eu continuei sendo assim. Ela era engraçada e doce e quanto mais eu a conhecia mais doce eu a achava".

Ainda pensando nos bens que a atriz colecionou enquanto viva, existe uma coleção particular de joias muito cobiçada, que chegou a ser avaliada em 150 milhões de dólares.

As peças foram leiloadas para angariar fundos para instituições de caridade, fazendo com que, mesmo morta, os esforços que realizou pelas causas humanitárias não fossem esquecidos.


+Saiba mais sobre Hollywood e Liz por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Hollywood: 131, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/2UXDWKe

Cenas de uma revolução: o nascimento da nova Hollywood, de Mark Harris (2011) - https://amzn.to/3c6gqAr

Complete Short Stories, de Elizabeth Taylor (ebook) (2012) - https://amzn.to/2PuNc5k

Elizabeth Taylor: The Last Star, de Kitty Kelley (ebook) (2011) - https://amzn.to/3aesAq3

Cleópatra, de Joseph L. Mankiewicz (DVD) (1963) - https://amzn.to/2HZVON0

O pacto entre Hollywood e o nazismo: Como o cinema americano colaborou com a Alemanha de Hitler, de Ben Urwand (2019) - https://amzn.to/2ViwOqO

Hollywood Babylon: The Legendary Underground Classic of Hollywood's Darkest and Best Kept Secrets (Edição Inglês), de Kenneth Anger (1981) - https://amzn.to/2RurMWU

O livro do cinema, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/2VeOS52

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W