Curiosidades » Família Real

Herança centenária: Por que Archie não tem o título de Príncipe?

Herdeiro direto da Rainha Elizabeth II, o primogênito de Harry não tem o mesmo cargo que seus primos, os filhos de William

Pamela Malva Publicado em 11/03/2021, às 18h30

Fotografia de Harry e Meghan com seu primogênito, o pequeno Archie
Fotografia de Harry e Meghan com seu primogênito, o pequeno Archie - Getty Images

Em maio de 2018, o mundo conheceu a mais nova Duquesa de Sussex. Antes famosa por seu papel na série Suits, Meghan Markle recebeu mais um título: o de esposa do Príncipe Harry, um dos herdeiros da imponente Elizabeth II, a Rainha da Inglaterra.

Poucos meses após a cerimônia do matrimônio, o Palácio de Kensington anunciou que Meghan estava prestes a dar à luz seu primogênito. Para a imprensa britânica, todavia, a Família Real sabia sobre a gestação desde do dia do casamento.

O pequeno Archie Harrison Mountbatten-Windsor, então, nasceu no dia 06 de maio de 2019. Hoje em dia, no entanto, o herdeiro do Príncipe Harry, apesar de bisneto da Rainha Elizabeth II, não detém nenhum título monárquico, ao contrário do pai, tio e primos.

Fotografia do casal Meghan Markle e Harry / Crédito: Getty Images

 

Uma vida normal

Para o jornalista Joe Little, da revista Majesty, a diferença entre Archie e George (o primeiro filho do Príncipe Harry), por exemplo, surgiu logo no nascimento do mais novo. Quando veio ao mundo, por tradição, o pequeno teria direito a um título especial.

Sendo filho do Duque de Sussex, Archie poderia tornar-se o Conde de Dumbarton, mesmo com poucos meses de vida. Para Harry e Meghan, no entanto, não parecia interessante que seu filho crescesse com tamanha responsabilidade.

Assim, a fim de garantir uma vida comum ao seu primogênito, o casal real decidiu que Archie cresceria como um cidadão comum. Segundo Joe, inclusive, essa teria sido uma das primeiras dicas de que o casal iria sair da Família Real, informou a Revista Monet.

Meghan, Harry e o pequeno Archie / Crédito: Getty Images

 

Polêmica na mídia

Em janeiro de 2020, como era previsto pelos especialistas, Meghan Markle e Príncipe Harry anunciaram que estavam renunciando seus cargos na monarquia britânica. Junto do pequeno Archie, então, o casal mudou-se para os Estados Unidos.

Mais tarde, no dia 07 de março de 2021, após um período em silêncio, o Duque e a Duquesa de Sussex protagonizaram uma entrevista polêmica, envolvendo muitos nomes da Família Real. As falas do casal, inclusive, chegaram a dividir a Inglaterra.

Em uma conversa de quase duas horas com a apresentadora norte-americana Oprah Winfrey, Meghan falou sobre as dificuldades que ela teve de encarar ao tornar-se integrante da família de Elizabeth II. Muitas das revelações causaram alvoroço.

Harry e Meghan em entrevista com Oprah / Crédito: Divulgação/NBC News

 

Racismo e segurança

Durante o bate-papo com a jornalista, a Duquesa de Sussex revelou que existiu, entre alguns membros do Palácio de Buckingham, uma dúvida sobre “quão escura” seria a pele de Archie quando ele nascesse e quais seriam as implicações disso.

Ainda mais, segundo Meghan, "eles estavam dizendo que não queriam que Archie fosse um príncipe ou princesa, não sabendo qual seria o gênero, o que seria diferente do protocolo". Para a mãe do pequeno, contudo, a preocupação residia em outro lugar.

Grávida de sua segunda filha, Meghan explicou que temia pela segurança do primogênito. Isso porque, segundo o protocolo real, o nível de proteção concedida para cada membro da Família Real depende do cargo que o mesmo desempenha na Coroa.

Fotografia do Príncipe Harry e Meghan Markle na entrevista / Crédito: Getty Images

 

Reverberações

Logo após ser transmitida para todo os Estados Unidos, a entrevista viralizou na mídia e gerou discussões entre os internautas. Para muitos, parecia absurda a ligação entre o fato de Archie não ter o título de Príncipe e a cor de sua pele.

Em entrevista ao Hollywood Life, contudo, a especialista na Família Real Marlene Koenig afirmou que “esta não é uma questão racial”. Da mesma forma, segundo a BBC, as regras sobre a titularidade na monarquia datam de novembro de 1917.

Acontece que, quando ainda era regente do país, o Rei George V criou uma Carta Patente, documento onde definia como se dariam os títulos da realeza. Através do texto, o monarca tentou “limitar o número de membros da realeza”, segundo Koenig.

Pintura do Rei George V, avô da Rainha Elizabeth II / Crédito: Wikimedia Commons

 

Herança do passado

Na carta escrita há 104 anos, George V definiu que apenas o primogênito do filho mais velho do Príncipe Charles seria considerado um Príncipe. Dessa forma, apenas o pequeno George, filho do Príncipe William, poderia receber a titularidade.

Tal decisão, contudo, foi modificada pela Rainha Elizabeth II em janeiro de 2013. Segundo a alteração da monarca, todos os herdeiros de William poderiam ser príncipes ou princesas. Só que tal decisão não se ampliou para os filhos de Harry e Meghan.

Agora, então, segundo a carta de 1917, Archie só poderá receber o título nobre quando o Príncipe Charles se tornar o Rei da Inglaterra. Uma vez netos do monarca regente, todos os herdeiros de Meghan e Harry poderão receber os títulos de príncipes ou princesas.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio de obras disponíveis na Amazon:

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

O Amor Da Princesa Diana, de Anna Pasternack (2018) - https://amzn.to/2xOZ8c9

A história do século XX, de Martin Gilbert (2017) - https://amzn.to/2yFZMcv

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7