Curiosidades » Curiosidades

Mito ou verdade? Os tesouros perdidos de grandes piratas da História

Saques, naufrágios e pactos: riquezas dos ladrões dos mares que nunca foram encontradas

Victória Gearini Publicado em 18/02/2020, às 19h29

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Getty Images

Diversas teorias conspiratórias surgem diariamente, inclusive as que envolvem piratas. Tal fato torna estas figuras recorrentes nos livros de História, já que, segundo o jornalista Sérgio Pereira Couto, os piratas são característicos de histórias populares e, por conta das poucas informações que encontramos sobre eles, muitas lendas acabam surgindo.

“O que há de comum a todos é o poder que essas histórias exercem sobre o imaginário popular. Assim, a figura do ladrão dos mares e dos homens rudes que o acompanhavam se converte em um personagem estilizado, que é uma mistura de herói e anti-herói, fórmula que se daria bem anos mais tarde em vários personagens do mundo dos quadrinhos”, trecho da obra Grandes Mistérios da Obra, de Sérgio Pereira Couto.

A lenda dos cinco e o tesouro de Tortuga

Segundo a obra Grandes Mistérios da História, do jornalista Sérgio Pereira Couto, algumas lendas, na verdade, poderiam realmente ter acontecido, como é o caso do tesouro de Tortuga.

A pequena ilha de Tortuga, atualmente localizada entre o Haiti e a República Dominicana, já foi refúgio para muito piratas durante 1700. Reza a lenda que cinco piratas enterraram seus tesouros no local, após um pacto de não agressão mútua. Como forma de selar o acordo, os piratas teriam montado um mapa com a localização de seus bens e, caso algum deles morresse, a quantia seria dividida entre os sobreviventes.

Imagem ilustrativa / Crédito: Getty Images

 

Dois anos após o tratado, todos teriam morrido. Portanto, o caso passou a ser tratado como lenda local até junho de 1926. No verão daquele ano, um rapaz encontrou uma carteira de couro enterrada na praia, próxima da região. O artefato continha um mapa, e logo o rapaz mostrou a seu pai, que conhecia a lenda dos cinco piratas.

De prontidão, uma expedição foi montada até o local. Para a decepção das autoridades e do rapaz, o mapa indicava um local que só tinha um saco com dobrões de ouro, equivalente a milhares de libras. No entanto, os outros sacos estavam vazios, o que levaram a crer que quatro dos piratas haviam trapaceado. Pai e filho foram recompensados e os dobrões foram expostos no museu local.

As riquezas naufragadas de Barba Negra

Um dos mais famosos piratas da História é Edward Teach, mais conhecido como Barba Negra. Citado em diversos livros que retratam bucaneiros, Teach era especialista em roubar embarcações espanholas, que por sua vez, continham ouros de diversas civilizações, como incas e maias.

Sendo um dos piratas mais temidos de seu tempo, a localização de seus tesouros é incerta, tornando-se uma das maiores lendas dos mares. Com mais de 40 canhões, o navio Queen Anne’s Revenge, comandado por Barba Negra, interceptou dezenas de riquezas em ouro.

Imagem ilustrativa / Crédito: Getty Images

 

No entanto, não se sabe a localização exata em que Barba Negra escondeu seus tesouros. Acredita-se que estejam enterradas em alguma ilha entre o Caribe e Estados Unidos, ou perdidos no oceano destas regiões.

Tesouro perdido em Ilhabela

Reza a lenda que, entre 1586 e 1588, o navegador britânico Thomas Cavendish explorou os mares passando pelo Peru e pela China. Durante o trajeto, teria saqueado diversos lugares, mas com a sua morte, os supostos tesouros desapareceram. Segundo histórias locais, Cavendish teria enterrado seus bens em Ilhabela, no litoral norte de São Paulo.

A famosa praia abriga diversas embarcações naufragadas, o que levou o engenheiro belga Paul Ferdinand Thiry a fazer uma busca no local em 1939. O morador teria tido ajuda, ainda, da Marinha brasileira, mas sem sucesso.

A embarcação desaparecida continha pertences avaliados em mais de 400 milhões de dólares. Desde então, a pequena ilha atrai diversos turistas e forasteiros, que buscam pelo tesouro de Cavendish em cavernas e no mar.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras:

Grandes Mistérios da História: A teoria da conspiração e os segredos por trás dos acontecimentos, de Sérgio Pereira Couto (2015) - https://amzn.to/2QHjs6p

Uma história dos piratas, de Daniel Defoe (2008) - https://amzn.to/3bMw7xe

Piratas no Brasil: As incríveis histórias dos ladrões dos mares que pilharam nosso litoral, de Jean Marcel Carvalho França e Sheila Hue (2014) - https://amzn.to/37Ax9cl

Meu pai, o grande pirata, de Davide Calì (Autor) - https://amzn.to/2uNpUkd

Breve História dos Piratas, de Silvia Miguens (2013) - https://amzn.to/2SEODjJ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.