Há 34 anos, rostos incrédulos assistiam à trágica explosão do Challenger ao vivo

Previsto pelos engenheiros, desastre do ônibus espacial levou da euforia ao desespero em 73 segundos

Joseane Pereira Publicado em 28/01/2020, às 08h00

Jornalistas durante a explosão
Jornalistas durante a explosão - Getty Images

No dia 28 de janeiro de 1986, o mundo ficou chocado ao assistir à tragédia com o ônibus espacial Challenger. A nave explodiu no ar 73 segundos após seu lançamento na estação de Cabo Canaveral, na Flórida, Estados Unidos.

O ônibus carregava uma tripulação de sete pessoas: os astronautas Judith A. Resnik, Ronald E. McNair e Ellison S. Onizuka, os pilotos Mike J. Smith e Francis R. Scobee, o comandante da missão Gregory Jarvis, especialista de carga, e Sharon Christa McAuliffe, professora de História que foi selecionada entre 11 mil educadores para lecionar no espaço. Ela também seria a primeira civil norte-americana a viajar fora da Terra.

[Colocar ALT]
O momento da explosão / Crédito: Wikimedia Commons

Originalmente, o ônibus deveria ser lançado no dia 22 de janeiro de 1986. Entretanto, problemas técnicos e climáticos impossibilitaram o lançamento, que foi sendo continuamente adiado. No dia 28, estava prevista uma manhã fria na Flórida, com temperaturas próximas a -1° C, temperatura mínima permitida para a empreitada.

Não existiam testes de lançamento bem sucedidos naquelas condições, e os engenheiros da nave chegaram a recomendar o adiamento da missão

Diante da recusa da Nasa em postergar, o chefe do programa, Allan McDonald, se recusou a assinar o laudo de lançamento, uma espécie de sinal verde dos engenheiros. Seu chefe, Joe Kilminster, o assinou no seu lugar. “Tomei a decisão mais inteligente de toda a minha vida”, afirmou posteriormente McDonald.

O acidente foi provocado pela falha em um dos anéis de vedação de combustível do foguete. Os anéis de borracha, chamados o-rings, não apresentavam bom comportamento técnico em temperaturas baixas durante o lançamento. Naquela manhã, os termômetros chegaram a zero grau Celsius no Cabo Canaveral.

As pessoas que foram ao lançamento, cujas fotos ficaram registradas, só conseguia expressar incredulidade com a terrível cena que acabavam de presenciar.


+Saiba mais sobre o acidente com o ônibus espacial Challenger:

Truth, Lies, and O-Rings: Inside the Space Shuttle Challenger Disaster, Allan J. McDonald - https://amzn.to/31z3dug

Apollo 1 and the Space Shuttle Challenger, Charles River Editors - https://amzn.to/31Dy0Gf

The Space Shuttle Challenger Disaster, Charles River Editors - https://amzn.to/31E4C2O

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.