Notícias » Brasil

Aliados pressionam Ciro Gomes a desistir da candidatura

A pressão se intensificou após uma operação da Polícia Federal envolvendo o ex-governador

Redação Publicado em 16/12/2021, às 10h02

Fotografia de Ciro Gomes
Fotografia de Ciro Gomes - Divulgação/Instagram /@cirogomes

Após uma operação de busca e apreensão realizada pela Polícia Federal contra Ciro Gomes, aliados do político fazem pressão para que ele desista da candidatura à presidência da República.

Na última quarta-feira, 15, Ciro e seu irmão, o senador Cid Gomes, foram alvos de uma investigação, a respeito de um esquema de corrupção nas obras do estádio Castelão, em Fortaleza, Ceará.

De acordo com informações apuradas pelo jornal Folha de São Paulo, boa parte da bancada de seu partido, PDT, prefere que Gomes não seja o candidato do grupo político, para as eleições presidenciais de 2022.

Segundo revelado na reportagem, as divergências ficaram ainda mais evidentes após Ciro não comparecer à festa de confraternização de final de ano da bancada federal do partido, na noite da última terça-feira, 14, em Brasília.

As últimas pesquisas realizadas pelo instituto Ipec apontam que o ex-governador do Ceará tem 5% das intenções de votos dos brasileiros, para as eleições do ano que vem.