Notícias » Brasil

Após desenterrar e dançar com o cadáver de sua avó, homem é detido em Manaus

De acordo com as autoridades, o cidadão possui transtornos mentais e já teria tentado cometer esse delito anteriormente

Penélope Coelho Publicado em 03/07/2020, às 12h48

Imagem ilustrativa de um cemitério
Imagem ilustrativa de um cemitério - Pixabay

Na madrugada da última quinta-feira, 2, um homem de 32 anos foi preso em Manaus, após cometer atos ilícitos em um cemitério localizado na zona sul do município. As informações são do portal G1.

De acordo com a reportagem, o homem retirou o corpo da avó do túmulo em que estava no cemitério do Morro da Liberdade. Depois de desenterrar o cadáver, ele teria dançado com a avó morta, no meio da rua.

Segundo as autoridades, a família do rapaz afirmou que ele sofre com problemas psiquiátricos. Quando a polícia chegou ao local, o homem já havia sido amarrado em um poste pela população e por membros de sua família, o corpo da senhora morta ainda estava no chão.

"Ele estava completamente transtornado e dizia o tempo todo que queria fazer na avó um transplante para trazê-la de volta à vida porque sentia muita saudade [...] Ele disse que iria doar todos os seus órgãos a ela.”, afirmou o tenente Paulo Araújo, da 2ª Cicom, em entrevista para o G1.

O cidadão foi levado diretamente para a delegacia mais próxima e logo em seguida para um pronto socorro, onde permanece até então. Depois de ser liberado pelos médicos, o homem deve ser convocado a prestar depoimento.

Os familiares do moço afirmaram que é de costume sua ida até o cemitério para visitar o túmulo sua avó — que faleceu em 2018, aos 61 anos. De acordo com a polícia militar, algumas testemunhas afirmaram que essa não é a primeira vez que o homem tentou retirar o corpo de sua avó da sepultura.