Notícias » EUA

Após testes de mísseis, EUA impõem sanções a norte-coreanos e russos

O anúncio foi realizado na última quarta-feira, 12

Redação Publicado em 13/01/2022, às 12h29

Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte
Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte - Getty Images

O governo dos Estados Unidos sancionou na última quarta-feira, 12, seis cidadãos norte-coreanos, um russo, além de uma entidade, que se declararam responsáveis ​​pela aquisição de itens para os programas de armamento da Coreia do Norte. O anúncio foi feito após o lançamento de diversos mísseis norte-coreanos.

De acordo com o Departamento de Tesouro dos Estados Unidos as medidas têm o objetivo de impedir o avanço das armas de destruição em massa e programas de mísseis balísticos da Coreia do Norte.

Conforme informações do UOL, o subsecretário do Tesouro para Terrorismo e Inteligência Financeira, Brian Nelson, declarou em nota que a Coreia do Norte faz “uso contínuo de representantes estrangeiros” para “adquirir ilegalmente” bens para produção de armas.

Nelson também afirmou que os últimos lançamentos de mísseis realizados pelo país asiático são “mais uma prova” de que ele “continua avançando em programas proibidos, apesar dos apelos da comunidade internacional por diplomacia e desnuclearização”.

De acordo com a mídia estatal norte-coreana, Kim Jong-un declarou, enquanto um míssil hipersônico era lançado na última terça-feira, 11, que a Coreia do Norte precisa de um reforço em seu armamento.