Notícias » Inglaterra

Arcebispo diz que igrejas inglesas precisam repensar estátuas ligadas à escravidão

À rede BBC, Justin Welby disse que os monumentos da Catedral da Cantuária serão colocados em contexto

Vanessa Centamori Publicado em 26/06/2020, às 10h54

A Catedral da Cantuária, que está entre as Igrejas que devem ser repensadas, segundo Justin Welby
A Catedral da Cantuária, que está entre as Igrejas que devem ser repensadas, segundo Justin Welby - Wikimedia Commons

Justin Welby, Arcebispo da Cantuária, contou à rede BBC que a Igreja da Inglaterra deve "rever cuidadosamente" as estátuas nos locais religiosos para que estruturas ligadas à escravidão sejam removidas. 

"Se você der uma volta na Catedral da Cantuária, existem monumentos por toda parte, ou na Abadia de Westminster. Estamos vendo tudo isso. Alguns terão que ser deslocados", afirmou Welby.

No entanto, o Arcebispo afirmou que a decisão de remover as estátuas da Catedral da Cantuária não era exclusivamente dele. "Vamos pensar com muito cuidado, colocá-las em contexto e ver se todas devem estar lá", afirmou. "A questão surge, é claro que sim."

O líder religioso inglês disse ainda que o perdão pelas questões raciais só poderá ser dado "se mudarmos a maneira como nos comportamos agora, dissermos que era assim, aprendermos com isso e mudarmos como seremos no futuro".

Welby defendeu imagens de Jesus como europeu, mas afirmou que é comum nas igrejas anglicanas que Cristo seja retratado com a etnia dos fiéis. "Você entra nas igrejas deles e não vê um Jesus branco. Você vê um Jesus negro, ou um Jesus chinês, ou um Jesus do Oriente Médio - que obviamente é o mais preciso - ou um Jesus de Fiji", disse. 

As mudanças na Igreja Anglicana podem ocorrer, em grande parte, em resposta aos protestos antirracismo que explodiram no mundo em decorrência do assassinato de George Floyd, homem negro vítima de uma abordagem policial violenta.