Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram moeda inglesa do século 17 nos EUA

Com a imagem do rei Carlos I da Inglaterra, a peça de prata data do período colonial e foi cunhada entre os anos 1633 e 1634

Pamela Malva Publicado em 04/05/2021, às 13h00

Fotografia da moeda encontrada
Fotografia da moeda encontrada - Divulgação

Em novembro de 2020, durante escavações na cidade de St. Mary's, nos Estados Unidos, a arqueóloga Stephanie Stevens fez uma descoberta impressionante. Revelada na última quarta-feira, 28, trata-se de uma rara moeda britânica do século 17.

Segundo os pesquisadores que estudaram o achado, a peça de prata é um xelim e remonta ao período entre os anos 1633 e 1634, durante as colônias inglesas. Dessa forma, ela conta com a imagem cunhada do rei Carlos I da Inglaterra, morto em 1649.

Para Travis Parno, o arqueólogo-chefe do projeto de escavação em St. Mary's, o xelim pode ter chegado aos Estados Unidos junto com um dos 150 colonos britânicos que desembarcaram dos navios Ark e Ark Pomba na mesma cidade, em março de 1634.

“Não encontramos muitas moedas. Não temos nenhum xelim que corresponda exatamente a este. Encontrar um tão cedo é algo único para nós. Foi uma revelação e tanto”, comemorou o pesquisador, em entrevista ao The Washington Post.

Por fim, ainda segundo o arqueólogo, o xelim pode ter pertencido a um colono abastado ou bastante poderoso, já que, naquela época, a moeda de prata poderia comprar peças de cerâmica ou ferramentas, ainda que não fosse uma moeda tão valiosa quanto o ouro.