Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram segundo esqueleto de “dama do Império Parta” no Irã

A primeira descoberta foi feita no mês passado, mas agora os pesquisadores acreditam que se trata de uma adolescente

Isabela Barreiros Publicado em 11/08/2020, às 14h32

Esqueleto encontrado em Isfahan, no Irã
Esqueleto encontrado em Isfahan, no Irã - Divulgação/Alireza Jafari-Zand

É a segunda vez que pesquisadores se deparam com esqueletos que pertencem ao período do Império Parta no Irã. Eles governaram durante a Antiguidade Clássica, entre os anos de 247 a.C. e 224 d.C.

Arqueólogos descobriram, no antigo sítio arqueológico de Tepe Ashraf, na cidade de Isfahan, no Irã, restos mortais de uma adolescente parta. A descoberta anterior de uma mulher que também viveu no mesmo período foi feita no mês passado, no local que os especialistas acreditam ter sido um cemitério.

“A uma distância de 10 metros do corpo da [primeira] senhora parta, encontramos o enterro [local] de uma adolescente. Ela está enterrada na forma de um arco aberto e no chão. As evidências mostram que o corpo pertencia a um adolescente de 12 a 13 anos há de cerca de 160 anos, mas infelizmente o esqueleto está danificado devido à alta umidade”, explicou o líder das escavações, Alireza Jafari-Zand.

O pesquisador também afirmou que a descoberta é muito especial, visto que é diferente das demais. Ele afirmou que “fica claro desde o enterro que a tumba foi desenhada [com base em um ritual especial]. Ao lado deste cadáver, havia uma plataforma na qual os restos de um grande jarro quebrado e uma parte da medula espinhal de um cavalo foram colocados.”