Notícias » Astronomia

Astrônomos descobriram uma grande mancha solar voltando-se para Terra — e emitem alerta de preocupação

De acordo com os pesquisadores, a mancha apelidada de AR2770 tem um núcleo escuro da mesma largura de Marte

Penélope Coelho Publicado em 11/08/2020, às 09h47

Grande mancha solar apelidada de AR2770
Grande mancha solar apelidada de AR2770 - Divulgação/Space Weather

Segundo um relatório publicado pela empresa de astronomia SpaceWeather.com, uma grande mancha solar do tamanho de Marte está voltada para a Terra e vem causando apreensão. De acordo com reportagem publicada pelo jornal Daily Mail, a mancha apelidada de AR2770 deve aumentar de tamanho ainda nos próximos dias.

Uma mancha solar causa alerta já que se trata da possibilidade da irradiação de uma enorme quantidade de energia, que pode causar erupções solares e tempestades. Caso a AR2770 emita erupções solares, os especialistas avisam para a possibilidade de danos na comunicação de rádio, redes de energia, GPS e satélites.

Nova mancha solar, AR2770 / Crédito: Divulgação/Space Weather

 

A nova mancha foi averiguada pela primeira vez pelo astrônomo amador Martin Wise, que capturou a imagem na Flórida: “Esta mancha solar foi um alvo fácil para o meu telescópio”, afirmou Wise em entrevista para o Daily Mail.

Contudo, para evitar grandes danos os especialistas buscam algumas medidas principalmente para proteger os astronautas em órbita caso algo aconteça. Através de uma espécie de relógio, os cientistas conseguiram encontrar um padrão nas atividades solares.

“Grandes eventos podem acontecer a qualquer momento, mas são muito mais prováveis ​​em torno do máximo solar. Ordenando as observações de forma limpa, descobrimos que em 150 anos de atividade geomagnética na Terra, apenas alguns por cento ocorrem durante essas condições”, afirmou a pesquisadora e principal autora do estudo, Sandra Chapman.