Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Ataque em shopping da Dinamarca foi feito por um homem só, segundo as investigações

Disparos em shopping de Copenhage deixaram 3 mortos e 4 feridos até o momento

Redação Publicado em 04/07/2022, às 07h50

Registro amador feito no momento que a polícia conteve o suposto atirador - Divulgação/ Twitter
Registro amador feito no momento que a polícia conteve o suposto atirador - Divulgação/ Twitter

A polícia dinamarquesa falou à impressa local hoje, 4, que o homem de 22 anos que atirou em um shopping center de Copenhague no domingo, 3, provavelmente agiu sozinho e selecionou suas vítimas aleatoriamente. Até o momento, foram contabilizadas 3 mortes e 4 pessoas gravemente feridas.

Segundo a apuração do portal de notícias G1, os investigadores do caso não acreditam que tenha se tratado de um ato de terrorismo e apontam que o suspeito tem histórico de problemas de saúde mental. O homem foi intimado a aparecer em um tribunal nesta segunda-feira, para responder por acusações de assassinato.

Para o canal GloboNews, o jornalista brasileiro Josep Dana afirmou que estava no local na hora da fatalidade e que os disparos aconteceram na Praça de Alimentação Central do shopping, o que causou de imediato gritaria e pânico nas pessoas.

Identificação do mortos

Após a polícia chegar ao local, de imediato foram feitas as primeiras identificações dos corpos. Dois dinamarqueses de 17 anos — um do sexo masculino e a outra do feminino — e um russo de 47 anos, são os cidadões mortos divulgados até o momento. 

Sobre as pessoas baleadas e em estado grave, duas são dinamarquesas, enquanto duas são suecas.

Mette Frederiksen, primeira-ministra da Dinamarca, disse que o país sofreu ‘um golpe inexplicável’. 

"É incompreensível. De partir o coração. Sem sentido. Nossa bela e geralmente tão segura capital foi alterada em uma fração de segundo", disse a ministra, segundo a apuração da agência AP.