Notícias » Brasil

Atual índice de famílias em situação de miséria é o maior desde 2014

Segundo novos dados do CadÚnico, são cerca de 39,9 milhões de brasileiros em situação de extrema pobreza no país

Pamela Malva Publicado em 05/01/2021, às 13h30 - Atualizado às 13h31

Imagem meramente ilustrativa de pessoa fazendo contas
Imagem meramente ilustrativa de pessoa fazendo contas - Divulgação/Pixabay

Novos dados revelados pelo CadÚnico trouxeram uma informação alarmante à tona. Utilizado para programas sociais do governo, o Cadastro Único mostrou que o número de famílias em situação de miséria superou a marca dos 14 milhões no final de 2020.

No total, segundo o Ministério da Cidadania, via UOL, são cerca de 39,9 milhões de brasileiros na miséria — ganhando uma renda per capta de até R$ 89. Com isso, o índice tornou-se o mais alto desde o final de 2014.

Além do impressionante número, os dados ainda revelaram que outras 2,8 milhões de famílias se encontram em situação de pobreza. Nesse caso, as pessoas ganham, em média, uma renda entre R$ 90 e R$ 178 per capta.

Só entre dezembro de 2018 e outubro de 2020, por exemplo, com o advento do governo Bolsonaro, o número de famílias em extrema pobreza saltou de 12,7 milhões para assustadores 14 milhões. Agora, com o fim do auxílio emergencial, a tendência é que o índice de pobreza cresça ainda mais.