Notícias » Brasil

Band se posiciona sobre entrevista com morador de rua espancado por personal

A emissora lançou uma nota de repúdio sobre o vídeo que vem circulando nas redes sociais

Redação Publicado em 26/03/2022, às 10h12

Giraldo Alves em entrevista
Giraldo Alves em entrevista - Divulgação

A rede Bandeirantes se posicionou sobre a polêmica envolvendo o vídeo de uma entrevista feita pela emissora com o morador de rua espancado por um personal trainer do Distrito Federal que o acusou de ter abusado sexualmente de sua esposa.

No registro que começou a circular nas redes sociais nos últimos dias, o homem em situação de rua, Giraldo Alves, descreve com detalhes a relação íntima que teria tido com a mulher.

Em nota de repúdio, a Band afirmou que a entrevista em questão não foi ao ar e que trata-se de “uma gravação do sistema interno da emissora de maneira ilegal e mal intencionada”.

“Sobre o vídeo que circula na internet de uma entrevista do morador em situação de rua que foi espancado por um personal trainer que o acusa de ter abusado sexualmente de sua esposa, a Band esclarece que essa entrevista não foi ao ar”, diz o texto.

“Foi aberto um processo de investigação a fim de descobrir o responsável, que será devidamente punido. A Band repudia o compartilhamento do vídeo”, acrescentou.

Entenda o caso

No começo do mês, o Brasil foi surpreendido pelo caso de Eduardo Alves, de 31 anos, um personal trainer do Distrito Federal que encontrou sua esposa, Sandra, tendo relações sexuais com um morador de rua no carro dela.

Eduardo, que leu a situação como um abuso sexual, espancou o homem, chamado Giraldo Alves. O acontecimento gerou uma série de repercussões na imprensa e nas redes sociais.

De acordo com o personal trainer, Sandra andava sofrendo com problemas psicológicos, e estaria delirante durante o ocorrido. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil da região.