Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Bolsonaro fala de 'ditadura que vem pelas canetas' no Brasil

Em conversa com apoiadores nesta quinta-feira, 10, o presidente menciona 'algo que vai nos salvar no Brasil'

Redação Publicado em 10/02/2022, às 14h48

Bolsonaro, atual presidente do Brasil, em reunião na CNI - Getty Images
Bolsonaro, atual presidente do Brasil, em reunião na CNI - Getty Images

Em meio a suas declarações contrárias aos ‘passaportes de vacina’, ataques a governos municipais e estaduais, e críticas a seus possíveis adversários durante a eleição de 2022, Bolsonaro tocou no assunto da ditadura  enquanto falava com seus apoiadores na frente do Palácio da Alvorada nesta quinta-feira, 10. As informações são do portal de notícias UOL.

Sem especificar a ditadura brasileira, o presidente do Brasil opinou sobre os governos ‘ditatoriais’ de Cuba e Venezuela, e foi aplaudido por ‘bolsonaristas’ à sua volta.

De acordo com a cobertura da conversa feita pelo portal de notícias Carta Capital, o chefe de Estado falou sobre um 'algo' que deve acontecer nos “próximos dias” após comparar a ditadura que 'vem das armas' com a 'ditadura que vem pelas canetas'. 

“Qual a diferença de uma ditadura que vem pelas armas, como é em Cuba e Venezuela, e a ditadura que vem pelas canetas? Nenhuma. Vocês sabem o que está acontecendo no Brasil. Acredito em Deus e nos próximos dias vai acontecer algo que vai nos salvar no Brasil. Tenham certeza disso”, afirmou.

O encontro com seus apoiadores, iniciado com uma oração cristã de um pastor ‘bolsonarista’, foi marcado por comemorações em resposta a essas declarações.

Inclusive, o mesmo representante cristão afirmou que este acontecimento será uma surpresa, até para o “mandante” do atentado que Bolsonaro sofreu em 2018.

Deus irá levantar o tapete e varrer toda a imundice do Brasil. O Brasil todo vai se surpreender, até quem foi o mandante da sua facada”, apontou.