Notícias » Arqueologia

Caçadores da Era do Gelo consumiam a carne de grandes predadores, indica estudo

Segundo arqueólogos, os homens do paleolítico se alimentavam de lobos, ursos pardos e leões da caverna há 30 mil anos

Pamela Malva Publicado em 28/05/2020, às 07h00

Foto dos ossos analisados pelo estudo
Foto dos ossos analisados pelo estudo - Divulgação/Piotr Wojtal

Durante escavações nas aldeias de Pavlov e Dolní Věstonice, na República Tcheca, arqueólogos descobriram que antigos caçadores da Era do Gelo consumiam a carne de grandes animais. Lobos, ursos e leões da caverna eram algumas das presas.

Anteriormente, imaginava-se que os homens do paleolítico apenas caçavam animais de grande porte para usar suas peles como vestimenta. Traços encontrados em ossos, no entanto, sugerem que a carne de tais indivíduos eram porcionadas por facas afiadas.

Nos assentamentos explorados, os arqueólogos encontraram milhares de fragmentos de ossos de animais, vários deles usados para a produção de ferramentas e decorações. Entre os diversos fósseis, muitos apresentavam cortes bastante claros.

Imagem amplida de alguns dos cortes feitos pelos caçadores da Era do Gelo / Crédito: Divulgação/Piotr Wojtal

 

“Algumas marcas foram deixadas pelos caçadores paleolíticos ao remover peles”, explicou Piotr Wojtal, do Instituto de Sistemática e Evolução dos Animais da Academia Polonesa de Ciências de Cracóvia. “Mas também existem aquelas que podem ser associadas apenas à divisão da carcaça em porções menores.”

Dessa forma, segundo o especialista, é possível determinar que “todas as partes dos predadores foram usadas” pelos homens da época — vivos há cerca de 30 mil anos. Todo o estudo foi publicado no Journal of Anthropological Archaeology.