Notícias » Canadá

Canadense passa 30 horas tatuando marca de nascença igual à do filho

“Para que ele não fosse o único”, justifica Derek Prue sobre a escolha de tatuar a mancha que seu filho, Derek Jr., tinha em seu peito e que lhe era motivo de vergonha

Fabio Previdelli Publicado em 14/12/2020, às 11h20

Derek Jr. ao lado de seu pai, Derek Prue
Derek Jr. ao lado de seu pai, Derek Prue - Divulgação

Em certa ocasião, o canadenseDerek Prue notou que seu filho, Derek Jr., se ressentia a tirar a camiseta para entrar na piscina. "Ele sempre teve orgulho de sua marca de nascença e, então, eu vi que ele começou a esconder isso", disse o pai ao SooToday.com. A notícia foi repercutida pela Revista Crescer.  

"Acho que ele ficou um pouco constrangido. Então, eu quis ter a mesma marca para que ele não fosse o único", completou.

Para isso, ele tomou uma decisão inusitada: foi até um estúdio de tatuagem para fazer uma marca semelhante à de seu filho. Para isso, foram necessárias nove sessões, o que totalizou 30 horas de trabalho.  

"Eu pensei que seria o tipo de coisa de uma sessão. Mas três horas se transformaram em cerca de 30 horas. Portanto, foi um pouco complicado”, conta Derek

“A primeira sessão, eu acho, durou quase quatro horas. E eu realmente não olhei para ver o que estava acontecendo. Então, eu pensei que ao final de quatro horas estava feito. Lembro de ter perguntado: 'Está quase pronto?' E ele disse: 'Estou quase terminando o esboço'", relembra.  

Derek Prue tatuando e ao lado de seu filho / Crédito: Divulgação

 

Por se tratar de uma região bastante sensível, ele teve de tomar um anestésico várias vezes, para amenizar a dor. "Essa área do corpo, as costelas, a região do peito, possuem terminações nervosas muito sensíveis", explicou Tony Gibert, responsável por tatuar Derek

Apesar de todo o esforço do pai, Derek Jr. só soube da tatuagem quando os dois foram juntos para a piscina. "Eu meio que tirei minha camisa. Ele estava vestindo a sua, então, mostrei a ele que tinha exatamente a mesma marca que ele", conta. 

Foi então que o garoto também tirou a sua camisa e decidiu brincar normalmente sem ela, como seu pai desejava. "Eles [os amigos] não zombam disso, mas, às vezes, me perguntam", contou o garoto, "eu digo que é apenas uma grande marca marrom que veio comigo quando eu era pequeno".  

"Isso é algo que afetou muito o seu dia a dia, dando-lhe mais confiança, fazendo-o saber que não era o único com esta grande marca. Agora é para sempre", disse o tatuador.

Na página do Facebook, o estúdio comentou sobre o trabalho: "Muito legal que ele tenha feito isso para ajudar na confiança de seu filho e para que pudesse fazer parte da história dele".  

Hope Marie, mãe de Derek Jr., também agradeceu pelo trabalho. "Só queria agradecer por tudo o que você fez e por sua parte em tornar isso tão especial para meu filho", disse. "Você sempre fará parte de nossas vidas! Obrigada", finalizou. Derek Prue também acrescentou: "É muito legal vê-lo sorrir".