Notícias » Arqueologia

Casal encontra centenas de moedas do século 14 na República Tcheca

Feitas de prata e de ouro, as peças foram descobertas sem querer em uma floresta perto da cidade de Stříbro

Pamela Malva Publicado em 12/08/2020, às 18h00

Uma das moedas de ouro encontradas na República Tcheca
Uma das moedas de ouro encontradas na República Tcheca - Divulgação/Miroslav Chaloupka

Enquanto caminhava por uma floresta na região de Tachovm, na República Tcheca, um casal fez uma descoberta impressionante. Embaixo de uma pedra, centenas de moedas de ouro e prata do século 14 estavam enterradas na mata perto da cidade de Stříbro.

Ainda que as moedas tenham sido encontradas em março, o Museu da Boêmia Ocidental, em Plzeň, só anunciou a novidade na segunda-feira, 10. Nesse sentido, o arqueólogo Milan Metlička veio à público para explicar os detalhes do achado inusitado.

Segundo o especialista, esse é um dos maiores tesouros já encontrados no território da República Tcheca. Entre as muitas peças identificadas estão ducados de ouro, com a imagem do rei tcheco e do sacro imperador romano Carlos IV.

Milan Metlička com algumas das muitas moedas encontradas / Crédito: Divulgação/Miroslav Chaloupka

 

“Nenhuma descoberta desse tipo foi feita no país nos últimos 50 anos”, explicou Milan. Entre as muitas outras peças, ainda estão “343 groschen de prata cunhados na Boêmia durante o reinado de Carlos IV e vários groshen com a imagem de João da Boêmia, o duque de Luxemburgo”.

Atualmente, todas as moedas encontradas estão sendo restauradas e catalogadas para, então, serem enviadas ao Museu da Boêmia Ocidental. Resta saber, portanto, o motivo que levou ao enterro das moedas na floresta — por enquanto, os arqueólogos imaginam que a resposta está ligada ao Mosteiro de Kladruby, que fica nos arredores do achado.