Notícias » América

Caviar bizarro dos astecas continua sendo vendido na Cidade do México

Nos dias atuais, o consumo da iguaria vem se reerguendo, por iniciativa dos nativos mexicanos de assegurar essa tradição

André Nogueira Publicado em 25/09/2019, às 13h52

None
Reprodução

Diante das crises de fome que abalam o mundo, o comércio de insetos vem aumentando, normalmente associado à culinária extremo-oriental. No entanto, se voltarmos à realidade cotidiana asteca, veremos que a entomofagia para eles era bastante significativa.

Até os dias de hoje, um alimento conhecido como caviar asteca é vendido na Cidade do México, normalmente como forma de tortillas capeadas de ahuautle em salsa verde. A chave está no ahuautle: em nahuatl, é a junção de atl (água) e huautli (semente da alegria). No caso, os ovos são de insetos; mais precisamente, de moscas d’água (axayácatl).

Axayácatl, a mosca dos ovos de ouro / Crédito: Reprodução

 

"Acreditando que os ovos lhes dariam força, diziam-se que os imperadores astecas devoravam ahuautle todas as manhãs durante a estação chuvosa do verão, quando os ovos estavam em abundância e frescos”, relata uma reportagem da BBC. A prática do consumo desse caviar alimenta uma tradição milenar, adorada por Montezuma.

Os ovos também possuíam significado ritual nos sacrifícios feitos ao deus do fogo Xiuhtecuhtli. Seu consumo começou a diminuir somente com as invasões espanholas, nunca deixando de existir, mas voltando a crescer nos últimos tempos.

Tortilla capeada de ahuautle com salsa verde / Crédito: Reprodução

 

O ahuautle é considerado o caviar mexicano, inclusive, por seu preço. Um pequeno pote dessa iguaria pode custar até 400 pesos (aproximadamente R$ 86,00). Essa inflação, porém, não existe por um luxo, mas pela tragédia da redução da produção desde os tempos coloniais.

Sobre o sabor, é possível descobrir através do relato de um repórter da BBC: “Dei uma mordida. Primeiro notando o toque picante e picante da salsa e a textura levemente áspera dos ovos amarrados na massa esponjosa. Então, o sabor característico da ahuautle me atingiu: um sabor potente e de peixe semelhante ao do pequeno camarão seco popular na culinária do Leste Asiático.”