Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

Cidade que prosperou no Império Romano é descoberta na Itália após 1.500 anos

Detalhes de Interamna Lirenas, que foi abandonada no século 6, foram revelados após pesquisa que durou mais de uma década

Fabio Previdelli

por Fabio Previdelli

fprevidelli_colab@caras.com.br

Publicado em 12/12/2023, às 12h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Visão aérea de Interamna Lirenas - Faculdade de Estudos Clássicos da Universidade de Cambridge
Visão aérea de Interamna Lirenas - Faculdade de Estudos Clássicos da Universidade de Cambridge

Durante cerca de 1.500 anos, uma cidade próspera da época romana ficou perdida na Itália, mas pesquisadores acabam de constatar a descoberta do local, que remonta aos dias em que o imperador Júlio César esteve no poder. 

Localizada na região de Lazio, a cidade romana de Interamna Lirenas teria abrigado até duas mil pessoas, segundo os especialistas. Além disso, o centro também dispunha de habitações, um templo, locais para banho e até mesmo um teatro coberto. 

+ Tesouros são encontrados em antiga cidade romana naufragada, na Itália

Visão aérea de Interamna Lirenas/ Crédito: Faculdade de Estudos Clássicos da Universidade de Cambridge

Até 1980, os arqueólogos acreditavam que Interamna Lirenas tratava-se apenas de um pequeno povoado, mas um trabalho de mais de uma década publicado no novo volume de Roman Urbanism in Italy traz uma nova visão da região. 

A cidade romana

Ao contrário do que aconteceu com centros como Pompeia e Herculano, por exemplo, que foram destruídos por desastres naturais, Interamna Lirenas só foi abandonada no século 6 d.C. devido à ameaçada de invasão. 

As escavações na região começaram em 2010, segundo relata o Daily Mail, mas o trabalho de anos só foi publicado nos últimos dias. O estudo é de autoria do Dr. Alessandro Launaro, da Faculdade de Estudos Clássicos da Universidade de Cambridge. 

Visão aérea da basílica (superior) e do teatro/ Crédito: Faculdade de Estudos Clássicos da Universidade de Cambridge

Interamna Lirenas estava estrategicamente localizada entre um rio e uma estrada principal e era um nó próspero na rede urbana regional", relatou. "Esta cidade sempre jogou bem as cartas, sempre forjou relações com as comunidades entre Roma e o sul da Itália, enquanto prosperava como um centro comercial".

Embora Interamna Lirenas tenha sido fundada em 312 a.C, durante a era da República Romana (anterior ao poderoso Império Romano), a cidade ganhou o patrocínio de Júlio César em 46 a.C. — dois anos antes de seu assassinato. 

Entretanto, quase 100 anos após o declínio do Império, ela foi abandonada no século 6. Launaro aponta que Interamna Lirenas conseguiu "contrariar a tendência" do declínio do Império, masnão está claro como exatamente isso aconteceu.

Reconstrução digital do teatro/ Crédito: Faculdade de Estudos Clássicos da Universidade de Cambridge

Acreditamos que as redes locais e regionais (políticas, sociais e econômicas) se mostraram muito resilientes e permitiram que a vida continuasse", disse ao Daily Mail. 

O fato é que a cidade abrigou uma série de edifícios magníficos que já não existem mais, tendo sobrado apenas suas fundações, como teatro com telhado — construído com mármore importado de todo o Mediterrâneo — ou uma basílica, edifício normalmente usado para fins governamentais ou legais. A cidade também contava com três complexos de banhos.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!