Notícias » Estados Unidos

Com objetivo de recuperar a economia norte-americana, Biden anuncia plano de 1,9 trilhão de dólares

O presidente eleito dos EUA prometeu criar ‘milhões de empregos’ no setor industrial do país, que sofre uma grande crise atualmente

Redação Publicado em 15/01/2021, às 07h11

Fotografia de Joe Biden
Fotografia de Joe Biden - Wikimedia Commons

De acordo com informações da agência de notícias RFI publicadas pelo UOL, nesta sexta-feira, 15,Joe Biden, presidente eleito dos EUA, anunciou ontem, 14, a criação de um plano econômico de US$ 1,9 trilhão de dólares para recuperar a economia norte-americana.

Segundo o político, seu governo pretende criar “milhões de empregos” no setor industrial do país — que atualmente enfrenta a pior crise desde a Grande Depressão, na década de 1930. Se aprovado pelo Congresso, o plano pode entrar em vigor.

Em coletiva de imprensa, o democrata afirmou que o dinheiro dos contribuintes será usado para “reconstruir o país”: “Imaginem um futuro feito nos Estados Unidos e por americanos [...] compraremos produtos americanos, sustentando milhões de empregos industriais". O presidente eleito continuou dizendo que diante da atual situação econômica dos EUA os norte-americanos não devem ficar de “braços cruzados”.

Contudo, o plano de Biden enfrenta críticas sobre um possível endividamento que pode causar prejuízos para as finanças públicas dos EUA. O político rebateu dizendo: “O retorno dos investimentos em termos de emprego e igualdade racial evitará danos econômicos no longo prazo [...] Os benefícios serão muito maiores que o custo".

Além disso, Joe anunciou que parte dos valores serão enviados para comunidades locais que sofreram os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus.

Sobre Joe Biden 

No dia 7 de novembro, a projeção da agência Associated Press confirmou que o candidato democrata Joe Biden conseguiu atingir 274 delegados — 4 a mais do que o necessário —, sendo eleito o 46º presidente dos Estados Unidos. O presidenciável disputava a vaga contra o republicano Donald Trump, que buscava a reeleição. 

O anúncio da vitória ocorreu após o término da apuração no estado da Pensilvânia. Biden também venceu na contagem de votos totais, com mais de 4 milhões de votos. Veículos como a CNN, The New York Times e NBC também apontaram a vitória do democrata.

Joe Biden não apenas será responsável por tirar o título do ex-apresentador de ‘O Aprendiz’, como também baterá um recorde do antecessor: Será o mais velho a assumir o cargo de presidente dos Estados Unidos. Trump já havia declarado vitória no dia 4 de novembro, antes mesmo do encerramento da apuração.

Formado em história, ciência política e direito, Biden atuou por algum tempo como advogado antes ir para a área da política. Ele foi um senador bem-sucedido, certa vez tendo até seis mandatos consecutivos. 

As duas últimas vezes que tentou concorrer à presidência, não teve sucesso. Foi nessa segunda tentativa, inclusive, que ele se aproximou de Barack Obama, e os dois políticos acabaram formando a chapa que venceu as eleições de 2008 nos Estados Unidos. Biden foi o vice de Obama durante seus dois mandatos.