Notícias » Ucrânia

Companhia aérea ucraniana prioriza conforto das comissárias e revoga uso obrigatório de salto e saia

A decisão da empresa segue uma tendência mundial; entenda

Penélope Coelho Publicado em 25/10/2021, às 14h40

Imagem meramente ilustrativa de comissária de bordo
Imagem meramente ilustrativa de comissária de bordo - Divulgação/Pixabay/Surprising_Shots

No mês de outubro, a companhia aérea ucraniana SkyUp Airlines decidiu abolir o uso obrigatório de salto alto e saia para comissárias de bordo contratadas da empresa.

Sabe-se que a decisão segue uma tendência mundial, já que nos últimos anos companhias aéreas reduziram exigências a respeito das vestimentas das aeromoças.

Agora, as funcionárias podem usar tênis branco, um terno laranja confortável ou camisetas brancas.

A decisão tem como objetivo auxiliar no contorto das comissárias, a fim de abandonar o que chamaram de elementos “conservadores”.

“Os sapatos de salto alto estão lindos, não discuto com isso, mas os pés sofrem e incham ao final do voo. Os tênis são absolutamente incríveis”, afirmou a aeromoça sênior Alexandrina Denysenko, em entrevista à Reuters.

De acordo com informações publicadas no último domingo, 24, pelo portal de notícias UOL, no Brasil, essa transformação é antiga, o país é um dos mais avançados quando o assunto é o uniforme das profissionais do ramo.

Segundo revelado na reportagem, atualmente, a maioria das companhias aéreas nacionais oferecem pelo menos duas opções de uniforme para as comissárias. Sendo assim, as profissionais podem escolher entre usar saia ou calça.