Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Joinville

Confeiteira faz bolo sem 'algumas falhas' e cliente exige devolução do dinheiro

Cliente que efetuou compra de bolo para festa em Joinville reclamou pelo alimento não ter sido consumido: 'Achavam que era de mentira'

Redação Publicado em 29/06/2022, às 18h09

Simone Balancieri - Divulgação/Arquivo pessoal
Simone Balancieri - Divulgação/Arquivo pessoal

Uma confeiteira divulgou nas redes sociais uma troca de mensagens com uma cliente que quis devolver bolo não cortado em festa, alegando que convidados acharam que era de mentira. O caso ocorreu em Joinville, Santa Catarina.

A boleira Simone Balancieri declarou-se indignada com a atitude de uma cliente que exigiu a devolução do dinheiro da compra de um bolo, por alegar que esqueceram de cortá-lo, porque "estava tão lindo". Simone que já trabalha no ramo há 6 anos, disse nunca ter visto algo assim. O bolo havia sido encomendado para uma festa de aniversário em Joinville.

A cliente, durante a troca de mensagens, ameaçou a confeiteira caso o dinheiro não fosse devolvido:

"Se você não me ajudar, vou te difamar em todo lugar que eu puder, afinal paguei R$ 250 em um bolo que ninguém comeu. Talvez se você fizesse mais realista com algumas falhas eles iriam ver que é de comer, então você tem parte da culpa. Eu não posso ficar no prejuízo sozinha!", disse.

[Colocar ALT]
Divulgação/Arquivo pessoal

Confira abaixo a mensagem inicial enviada pela cliente: 

"Queria ver se posso levar o bolo aí e você me devolve o dinheiro, porque foi um dinheirão e ninguém cortou o bolo. Estava tão lindo que achavam que era de mentira. Eu também acabei esquecendo de cortar. Para você é mais fácil vender de novo, pode fatiar ou algum cliente pode querer inteiro e você congela para o final de semana, troca o nome e está tudo certo. Todos saem felizes", escreveu. 

Comprou o bolo real

De acordo com Simone, a cliente efetuou a compra do bolo real, tendo escolhido o sabor e a massa: "Ela que escolheu o sabor, a massa e tudo direitinho. Não tem argumento quanto a isso. Foi uma indignação quando eu vi", contou ao UOL.

Após a ameaça de "difamação" vinda da cliente, a confeiteira respondeu: "Não trabalho dessa forma! Eu te entreguei o produto como você pediu! Tinha algum problema com ele (estragado ou diferente do que pediu)? Não, né? Sendo assim, o que você vai fazer com ele deixa de ser problema meu".

Simone Balancieri também contou ao UOL que depois da postagem a conversa se encerrou. A publicação repercutiu também com comentários de outras clientes à situação.

"Fiquei bem indignada. Envolve todo um processo de segunda a domingo, em relação à compra de materiais com fornecedores e leva tempo. A pessoa acha que pode simplesmente trazer e eu devolver o dinheiro como se meu trabalho não tivesse valor nenhum", declarou em entrevista ao UOL.