Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Dono de bar é velado ao som de Roberto Carlos e Raul Seixas

Conhecido como Estrelinha, ele foi velado em seu bar com festa e música

Luisa Alves, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 07/06/2022, às 18h39

Estrelinha - Divulgação/Twitter
Estrelinha - Divulgação/Twitter

Conhecido como Estrelinha, Raimundo Nonato Fonseca, 60, foi velado com música e festa, em seu próprio estabelecimento, 'O bar do estrelinha' , em Porto Nacional, Tocantins.

Estrelinha exigiu em um vídeo antigo que fosse velado ao som de Roberto Carlos e Raul Seixas, pedindo a música "O dia em que a Terra parou". Ele também pediu que fosse feita uma festa e que ninguém chorasse: "Eu quero ser velado aqui, nesse bar. Quero ser velado na minha empresa. Não quero ninguém chorando, [quero] todo mundo bebendo, farreando, músicas de Roberto Carlos e Raul Seixas". 

Raimundo Nonato Fonseca, o Estrelinha, era popular onde morava, sendo querido por todos. Em entrevista ao UOL, Rodrigo Paschoal, que mora próximo ao bar disse que Estrelinha "era sempre alegre e brincalhão".

Aos fins de semana os amigos sempre iam para lá pela manhã. Pessoal levava carne e assava ali mesmo, daí ele vendia as cervejas", disse ele. 

Raimundo faleceu na sexta-feira, 3, e a festa durou todo o sábado e se estendeu até domingo de amanhã, dia em que o corpo foi sepultado.

Razão do falecimento

Raimundo Nonato Fonseca faleceu em decorrência de um infarto. O bar não foi aberto na sexta-feira, 3. Seus filhos foram verificar se havia algo errado e encontraram o pai já morto. Por trabalhar sozinho, ninguém pôde ajudá-lo.  Na celebração, para velar o corpo, o local estava lotado e teve um brinde a Raimundo