Notícias » Rússia

Dono de mina de carvão que explodiu é preso na Sibéria

O bilionário Mikhail Fediaev e mais três funcionários foram detidos

Redação Publicado em 15/12/2021, às 10h05

Equipes de resgate durantes as buscas por sobreviventes
Equipes de resgate durantes as buscas por sobreviventes - Divulgação / vídeo / Youtube / AFP News Agency

O bilionário russo Mikhail Fediaev foi preso nesta quarta-feira, 15, em razão do acidente ocorrido em uma de suas minas de carvão no mês de novembro, quando 51 pessoas foram mortas. Na ocasião, uma mistura de oxigênio e metano acabou provocando uma enorme explosão.

Segundo o Comitê Investigativo da Rússia, além do proprietário, mais três funcionários da empresa, que foram acusados de violar as normas de segurança industrial e de abuso de autoridade, também foram detidos.

"Os investigadores pretendem pedir a prisão preventiva de todas as pessoas detidas", acrescentou o comitê, de acordo com informações do UOL.

O acidente em Listviajnaya, porém, não foi um caso isolado. Infelizmente, tragédias como essa são comuns na Rússia e, geralmente, ocorrem por negligência e desrespeito às normas de segurança.

Aos 59 anos de idade, Fediaev é uma das principais personalidades da região siberiana de Kemerovo, cuja economia é majoritariamente movida pela mineração. Sua prisão surpreendeu a todos, uma vez que não é comum que figuras poderosas sejam presas ou processadas no país.