Notícias » Coronavírus

Doria anuncia fase vermelha da quarentena para todo estado de São Paulo

A medida começará no sábado, 6, e deve durar duas semanas; escolas e igrejas permanecerão abertas

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 03/03/2021, às 13h37

Imagem ilustrativa de um teste positivo para coronavírus
Imagem ilustrativa de um teste positivo para coronavírus - Pixabay

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou em coletiva de imprensa realizada hoje, 3, que irá colocar todo o estado na fase vermelha da quarentena a partir de sábado, 6, até o dia 19 de março. A fase é a mais grave restritiva da pandemia. As informações foram divulgadas pelo G1.

A fase prevê que apenas serviços essenciais fiquem abertos, como mercados, farmácias e padarias, ainda em uma capacidade reduzida. Escolas e igrejas também poderão continuar funcionando, conforme decidido pelo governo.

"Estamos em São Paulo e no Brasil à beira de um colapso. Exige medidas coletivas e urgentes (...) Por este motivo nós estamos atendendo a recomendação do centro de contingência e reclassificando todo o estado de SP para a fase vermelha a partir das 0h de sábado", afirmou o governador.

Ele continou: "As escolas da redes públicas estadual e municipal e da rede privada vão continuar abertas, e vão atender os alunos. Exatamente como estava previsto".

A medida tem como intuito conter o avanço do coronavírus no estado, que, ontem, 2, registrou 468 mortes por covid-19, um recorde no número de mortos. As UTIs também apresentaram números recordistas de ocupação: 75,4%. Na capital, o número sobe para 75,5%.

“Nas últimas 24 horas, a central de vagas recebeu 901 pedidos para internação em leitos de UTI. Na prática, isso quer dizer que São Paulo encaminhou um paciente de covid-19 a cada 2 minutos em hospitais públicos ou privados. É o termômetro dessa tragédia”, disse Doria, conforme repercutido pelo UOL.