Notícias » Itália

Durante celebração de missa, padre admite estar apaixonado

Para poder viver esse amor, o italiano anunciou que estava deixando seu cargo religioso

Penélope Coelho Publicado em 14/04/2021, às 07h21

Fotografia de Riccardo Ceccobelli
Fotografia de Riccardo Ceccobelli - Divulgação/Instagram/@riccecco

De acordo com informações da agência de notícias AFP, publicadas na última terça-feira, 13, pelo UOL, um padre italiano chamado Riccardo Ceccobelli, de 41 anos, anunciou durante a celebração de uma missa dominical que estava deixando seu posto. Na ocasião, o homem admitiu estar apaixonado.

“Meu coração se apaixonou. Nunca tive a possibilidade de trair as promessas que fiz, mas quero tentar viver esse amor", revelou o padre a seu superior, Gualtiero Sigismondi. O bispo, por sua vez, afirmou que deseja que a decisão traga “paz” e “serenidade” a Ceccobelli.

Desde ontem, 13, Riccardo foi suspenso de seu serviço como padre e já deu início aos procedimentos para voltar ao estado laico. O italiano afirmou que a decisão de confessar seu amor foi difícil de ser tomada, já que ele “ama e respeita a Igreja”.

De acordo com informações do jornal italiano Il Corriere della Sera, em Perugia — região onde o padre vive — “todo mundo sabia” do amor de Riccardo por uma mulher, entretanto, a dona do coração do religioso não teve o nome divulgado.