Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Elon Musk

Elon Musk xinga anunciantes e diz que boicote 'pode matar X (antigo Twitter)'

Em entrevista, Elon Musk atacou marcas dizendo que os anunciantes estariam realizando uma suposta tentativa de chantagem contra a plataforma X

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 30/11/2023, às 11h14

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O bilionário Elon Musk - Getty Images
O bilionário Elon Musk - Getty Images

Elon Musk, o CEO da plataforma X (antigo Twitter), perdeu a compostura durante um fórum de debates do New York Times nesta quarta-feira, 29, ao admitir que o recente boicote de anunciantes em resposta a conteúdo antissemita, inclusive postado por ele mesmo, pode ter implicações significativas para o futuro da plataforma.

Em um tom desafiador, Musk atribuiu a suspensão de anúncios de grandes marcas a uma suposta tentativa de chantagem, manifestando disposição para confronto em vez de conciliação. "Não anuncie. Alguém vai tentar me chantagear com publicidade? Me chantagear com dinheiro? Vão se f***", declarou o bilionário, segundo informações do portal Media Tals, do UOL.

De acordo com a fonte, o episódio ocorreu durante uma entrevista com o jornalista Andrew Ross Sorkin no New York Times Dealbook Summit, que contou com palestrantes como a vice-presidente americana, Kamala Harris, e o CEO da Disney, Bob Iger, que foi diretamente provocado por Musk.

Mensagem para Iger

Após o xingamento, Elon Musk direcionou sua mensagem a Bob Iger, aconselhando-o a não anunciar. O entrevistador, surpreso, questionou o empresário sul-africano sobre como desafiar as marcas a não anunciarem afetaria as finanças do Twitter/X.

O dono da rede social tentou atribuir uma potencial quebra da plataforma diretamente ao boicote dos anunciantes, mesmo diante da gestão tumultuada desde o início, marcada por decisões controversas como cortes drásticos na equipe e desmantelamento da estrutura de moderação. "Vai matar a empresa. Isso será o que vai levar a empresa à falência e todos na Terra saberão".

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!