Notícias » Estados Unidos

Em conversas privadas, Trump teria chamado Angela Merkel de “estúpida” e Theresa May de “covarde”, afirma CNN

O jornalista Carl Bernstein revelou em reportagem o conteúdo de episódios de fúria do presidente americano com outros lideres

Alana Sousa Publicado em 01/07/2020, às 07h00

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos
Donald Trump, presidente dos Estados Unidos - Divulgação

A rede televisiva americana CNN divulgou na última terça-feira, 30, informações sobre ligações telefônicas entre Donald Trump e outros chefes de Estado. Segundo o jornalista Carl Bernstein os telefonemas apresentavam conversas agressivas e desrespeitosas da parte do presidente dos Estados Unidos.

Por quatro meses Bernstein ouviu e apurou conversas particulares da Casa Branca, concedidas por fontes ligadas ao governo do país, incluindo membros de serviços de inteligência. Dos relatos divulgados o que chama mais atenção é a maneira com a qual Trump se refere à Angela Merkel, chanceler alemã, e Theresa May, ex-primeira ministra do Reino Unido.

Sobre Theresa May, o líder republicano a chama de “fraca e sem coragem”. Uma das fontes da reportagem afirmou que durante a saída do Reino Unido da União Europeia era quando Trump se mostrava mais nervoso e insultava a líder britânica. “Claramente, ele a intimidou e pretendia isso”, informa o texto de Carl.

Ainda segundo o jornalista, Angela Merkel era outra governante que estava na mira de Donald. Em conversas privadas ele teria chamado a chanceler de “estúpida”, que, em resposta, teria agido de maneira “calma”. O presidente americano também a acusou de estar “no bolso dos russos”.

Além de May e Merkel — que eram as principais vítimas da ira de Trump —, Emmanuel Macron, presidente da França e o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau também sofreram com insultos e ligações, no mínimo, perturbadoras.