Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Crimes

Em Piracicaba, homem esfaqueia 3 pessoas em ônibus e se rende

Sujeito teria surtado dentro do veículo, matando 3 pessoas e deixando outras 3 feridas

Redação Publicado em 22/06/2022, às 09h53 - Atualizado às 09h54

Registro da ação da polícia no ônibus - Divulgação/EPTV
Registro da ação da polícia no ônibus - Divulgação/EPTV

Um homem de 52 anos matou três pessoas a facadas e deixou mais três feridas dentro de um ônibus em Piracicaba, no interior de São Paulo. O incidente ocorreu na tarde de ontem, 21, em uma das principais avenidas da cidade.

Segundo a Polícia Civil, o responsável pelo ataque, identificado como José Antônio Santana Filho, escolheu as vítimas aleatoriamente, não tendo vínculo com nenhuma das pessoas esfaqueadas.

"Elas foram escolhidas de forma aleatória. E as informações que nós temos é que ele reside sozinho. Não temos informações ainda com relação à família dele", afirmou a delegada Juliana Ricci, da Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic).

Ele foi rendido pela Polícia Militar, que cercou o coletivo da linha Centro/Vila Sônia por volta das 15h na Avenida Armando de Salles de Oliveira, e preso em flagrante logo em seguida.

Ao g1, o tenente-coronel da PM Alessandre Bergamasco, explicou a situação: "O ônibus parou, pessoas estavam descendo de forma desordenada, por questões óbvias, e acabamos identificando dentro desse ônibus o algoz”.

“Num primeiro momento ele ficou relutante por largar o objeto que ele estava, que era uma faca de açougueiro. Depois disso, tomamos uma ação mais enérgica, o pessoal do Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) chegou rapidamente nos apoiando, e ele soltou sua faca e se entregou", destacou.

De acordo com a delegada, o homem não tinha motivação para o crime e já contava com uma passagem pela polícia. Ele também teria “surtado” e suas falas estavam desconexas após o crime, embora as autoridades não tenham confirmado se o sujeito estava sob uso de alguma substância.

Vítimas do ataque no ônibus

Os policiais estimam que o ônibus carregava entre 35 e 40 pessoas no momento em que o ataque aconteceu. O tenente-coronel detalhou que o coletivo estava com “capacidade máxima, só tinha uma pessoa em pé”.

"Ele entrou normal no ônibus. [...] E sem dar qualquer indicador, segundo informações preliminares, ele levantou e começou a golpear. Golpeou primeiro a pessoa que estava do lado dele e foi avançando", apontou.

O homem matou duas mulheres, de 42 e 55 anos, e um homem de 68 anos. Entre as três pessoas feridas, duas foram internadas; uma é um jovem de 28 anos em estado grave e a outra é uma idosa em estado estável.