Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / São Paulo

Em São Paulo, moradias temporárias são instaladas para pessoas em situação de rua

Casas modulares foram colocadas na região do Bom Retiro

Redação Publicado em 29/07/2022, às 07h30

Casa modular sendo instalada na Vila Reencontro - Divulgação / TV Globo
Casa modular sendo instalada na Vila Reencontro - Divulgação / TV Globo

Mesmo após moradores e comerciantes da região do Bom Retiro terem realizado um abaixo-assinado, a Prefeitura de São Paulo deu início na última quarta-feira, 27, à instalação das primeiras casas modulares para pessoas em situação de rua na região. 

O primeiro lote faz parte do projeto habitacional Vila Reencontro e conta com moradias de 18 m² feitas a partir de um estrutura metálica que possuem paredes e forro de material antichamas para isolamento térmico e acústico.

De acordo com informações do portal de notícias G1, cada uma dessas casas pode abrigar até quatro pessoas e conta com banheiro e também com uma minicozinha.

Interior da casa modular / Crédito: Divulgação / TV Globo

Protestos contra a instalação

Segundo a publicação, um grupo de moradores e comerciantes locais chegou a realizar um abaixo-assinado contra a implementação do programa na Avenida do Estado, alegando que tal medida geraria "grande desvalorização dos imóveis e grandes problemas de ordem pública".

Conforme afirmou a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, nenhum documento foi entregue à pasta. Porém, a empresária Kelli Storalli, que representa os organizadores do abaixo-assinado, declarou que o grupo tentou marcar, sem sucesso, uma reunião com o secretário Carlos Bezerra Jr.

No momento , o material com as assinaturas encontra-se com o Conselho Comunitário de Segurança do Bom Retiro, de acordo com o portal de notícias.


+O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.